Boletim

Natal: Uma carta de Nossa Senhora

19 dezembro 2018

Querido Amigo(a),

o Natal, aniversário de meu Filho se aproxima. 

Recordo-me que no ano passado meu coração transbordou de lágrimas.

As festas e comemorações em homenagem à meu filho me deixavam aprazível.

Este ano eu acredito que será melhor e maior.

Percebo que todos os anos, as pessoas se prepararam meses antes, com compras de presentes e fazendo a escolha do banquete ideal para receber bem as famílias e convidados.

É tão bom ver as famílias reunidas, Eu espero ver a sua.

Apesar de todo o sofrimento meu Filho e Eu passamos durante, é divino acompanhar de perto e de longe a felicidade e harmonia que se faz presente em diversos lares.

Você sabe o que dizem, certo? O Coração de uma Mãe sofre muito mais e me dói tanto ver as famílias sendo destruídas dia após dia.

E nesta data minhas feridas e do Coração do Menino Jesus são reparadas, pois as brigas cessam e o amor está, fortemente, presente. 

Porém, me recordo quando chegava próximo do Natal, todos agradeciam os feitos de Jesus em honra ao seu nascimento, algumas pessoas até me agradeciam também por te-lo carregado.

A cada ano, eu sinto como se minha presença e a de Jesus, estão se distanciando das famílias e com isso a discórdia se faz presente, você concorda?

Durante séculos as festividades alimenta o Coração de Jesus e com isso alimenta o Meu, por isso que eu peço para vocês se lembrarem dEle.

Você fez uma lista de convidados, certo? Se lembrou de incluir o nome de Jesus e Maria? Espero que não tenha esquecido de Nós, pois nunca esquecemos de você.

Eu fico triste em certos momentos, ao ver que os pais contam história de Natal, envolvendo um rapaz de Barba Branca, como se fosse o dia dele.

Percebo o quando o Menino Jesus se entristece ao notar essas ações.

Poucas histórias são contadas sobre o nascimento dEle ou sobre a jornada que tive junto a José para chegar a manjedoura em Belém.

Contem até que esse homem de Barba Branca entrega diversos presentes.

Mas quais destes presentes poderão preencher eternamente o vosso Coração? Somente o Meu amor!

E o seu coração é o melhor presente que podes oferecer a mim, não almejo nada além disso.

Me sentiria honrada e alegre saber que as pessoas me recebera.

Aqueles que abrirem as portas para o Meu Coração, o de Jesus virá junto e ambos cearemos com você e sua família.

Me permita participar deste seu momento de felicidade, eu espero poder estar presente em seu coração e de sua família.

Eu te garanto que só trarei mais felicidades para vocês!

Tenha certeza disso. 

Entregue-se e viva para mim.

Este será o melhor presente que poderá me dar.

Obrigado.

Sua amiga, 

Nossa Senhora de Fátima.

Compartilhe!

Você ainda não deixou seu nome para Santa Missa de Natal que faremos celebrar? Veja abaixo: 

unnamed

A Associação Devotos de Fátima deseja, desde já, um Santo Natal para todas as famílias.

Que o Coração de Maria e de Jesus se façam presentes em seu lar!

As lágrimas de Nossa Senhora por nós!

19 dezembro 2018

nossa-senhora-de-fatima-nova-orleans.
O pressuposto de tudo que se escreve nesta seção são os lamentos – algumas vezes manifestados em lágrimas – da Virgem Santíssima diante da decadência do mundo contemporâneo.


Decadência que é fruto de pecados individuais? Sim!

Mas, especialmente, de seus reflexos sobre todas as esferas do agir humano: desde a sociedade temporal até dentro da Igreja.


As manifestações de dor pelos pecados dos homens transparecem em algumas das aparições de Nossa Senhora.


Por exemplo, durante seu copioso pranto em La Salette, em 1846, diante do qual Melanie, a pequena vidente, quis consolá-la.

Quem de nós não gostaria de fazer o mesmo, e até de chorar com Nossa Senhora?

Melanie escreveu:


“Eu quis me jogar nos seus braços e dizer-lhe: ‘Minha mãe querida, não choreis! Quero Vos amar por todos os homens da Terra’”.


De fato, essa cena é própria a causar compaixão em qualquer coração verdadeiramente católico.

A Virgem cobria o rosto com as mãos e as lágrimas lhe corriam pelas vestes…

Nossa Senhora chorava e lamentava, dentre outras coisas, pelos pecados decorrentes da não observância do descanso dominical, das blasfêmias e da degradação moral do clero.

Este último de uma gravidade muito maior.

Acontecimentos que deixaram rastros de destruição

Anos antes das aparições de La Salette, em 1830, a Mãe de Deus havia se manifestado a Santa Catarina Labouré.

Nas vezes em que se mostrou refulgente de raios de luz que brotavam de suas mãos, Nossa Senhora não chorou.

Mas ao dizer as palavras:


“Os tempos são muito maus, calamidades se precipitarão sobre a França. O trono será derrubado. O mundo inteiro será transtornado por males de toda ordem”;


A vidente notou que Nossa Senhora tinha um ar muito penalizado.

As lágrimas da Virgem Santa aí não se manifestaram.

Talvez tenham permanecido dolorosamente represadas no seu terno coração de Mãe, para não alarmarem demais

Catarina sobre as crises políticas e sociais que se desencadeariam a partir da queda de Carlos X, Rei da França, naquele ano de 1830.

De qualquer maneira, são lamentos causados pelas graves consequências do pecado contra instituições milenares da Cristandade.

Com efeito, as revelações a Santa Catarina prenunciam, com décadas de antecedência, a revolução da Comuna de Paris (1871) e, mais remotamente, a explosão do comunismo na Rússia (1917).

Tristes acontecimentos que deixaram até hoje seu rastro de destruição na civilização cristã.

Abominações que afrontam a Virgem Santíssima

Em Fátima, do mesmo modo, Nossa Senhora não se apresentou chorando de forma explícita aos três pastorinhos.

Ela demonstrou apreensão pelos “erros da Rússia” que se espalhariam, bem como pelos sofrimentos que se abateriam sobre as nações e o Santo Padre.

Contudo, o pranto não manifestado em Portugal, durante as aparições, revelou-se a todo o mundo em 1972;


Na famosa lacrimação da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, em Nova Orleans, Estados Unidos.


Por que Ela quis demonstrar tanta tristeza nessa ocasião?

Não houve então qualquer mensagem para esclarecer a razão das lágrimas!

O pranto da Imagem Peregrina teve como causa os mesmos motivos revelados nas aparições anteriores: os pecados individuais, os pecados coletivos e sua repercussão na crise interna da Santa Igreja.


E esses pecados são constantes!


Não deram sequer um momento de descanso ao coração dolorido da Mãe de Deus.

Eis três exemplos deles nos dias atuais.


Um caso de pecado individual:
em Brasília, um homem agrediu moralmente uma mulher em ônibus coletivo, no último mês de setembro.

Curiosamente, este só foi mais um de vários casos similares — e mais brutais! — relatados nos últimos tempos nos jornais do País.


O Chile aprovou em agosto p.p. a descriminalização do aborto em três hipóteses concretas.

É mais um país católico que se atira de maneira vergonhosa no abismo do assassinato de inocentes!

Aqui vemos o pecado coletivo de uma nação, pois a lei foi aprovada pelo Parlamento, que representa, ao menos em sua maioria, a população do país.


E quanto aos pecados dentro das próprias instituições da Igreja?

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) inaugurou há pouco um banheiro “unissex” em suas instalações.

Deixando de lado toda a discussão sobre os problemas morais diretamente relacionados ao fato, ressaltamos apenas que isso só foi possível com a autorização ou, pelo menos, a conivência de altas autoridades do clero católico.

O mínimo que se pode dizer é que tais autoridades não se importam com as diferenças naturais colocadas por Deus entre homens e mulheres, de onde provém a necessidade imperiosa de separar banheiros por sexo em locais públicos.

Considerará Nossa Senhora tudo isso com indiferença?

Alguém seria capaz de relatar esses fatos a Ela enquanto chorava em La Salette, por exemplo?


Não! Se nós amamos a Virgem Santíssima, teríamos o desejo único de tentar consolá-la, a exemplo de Melanie.


E o melhor consolo que poderíamos dar à Mãe Celeste consistiria em evitar, em primeiro lugar, todo pecado individual.

Se o fizermos, os pecados das nações e aqueles que são cometidos dentro da Igreja tornar-se-iam de algum modo menos frequentes e menos ofensivos a Deus e a sua Mãe Santíssima.

.
Fonte: ipco.org.br

.
.
*  *  *

.

Acenda sua Vela Virtual!

.
BotaoVela

Maria Imaculada, obra-prima de Deus – leia esta reflexão sobre a Mãe de Deus e nossa:

18 dezembro 2018
Imaculada Virgem Maria

Imaculada Virgem Maria

.

Por Padre David Francisquini 

.

“Deus Pai ajuntou todas as águas e denominou-as mar; reuniu todas as graças e chamou-as Maria.

Este grande Deus tem um tesouro, um depósito riquíssimo, onde encerrou tudo que há de belo, brilhante, raro e precioso, até seu
próprio Filho;

E este tesouro imenso é Maria, que os anjos chamam o tesouro do Senhor, e de cuja plenitude os homens se enriquecem”.

.

Ao considerar o universo em sua unidade e variedade, em sua perfeição e esplendor,


Em sua hierarquia harmônica e matizada, não se pode deixar de admirar nas criaturas a grandeza sem medida de uma ordem perfeita e equilibrada.

Na sua simplicidade e alvura, o lírio, por exemplo, foi enaltecido pelo divino Salvador, quando disse que nem Salomão em toda a sua pompa e majestade se vestiu como um deles.

O sol no seu esplendor faz as criaturas ser aquilo que elas são: um encanto inigualável para o próprio Criador, para os anjos e para os homens.  

A gota de orvalho, que não existiria ou não seria vista sem a luz, constitui um pequeno mundo de maravilhas;

Sobretudo quando repousam sobre graciosas e coloridas pétalas de rosa, que nenhuma troca amistosa de cortesias emula em beleza, leveza e graça.


O cristal puro e alvo, atravessado pelos raios do sol é capaz de transformar um ambiente num mundo de fadas.


Assim Deus, na sua infinita sabedoria, criou o mundo para cercar o homem de perfeições e de maravilhas que fossem luzes reflexas d’Ele e assim tributar-Lhe as devidas homenagens.

Em outro patamar da hierarquia encontram-se as pedras preciosas e semipreciosas, como o jaspe, a esmeralda, a ametista, o brilhante, entre outras.

Entre os metais, o ouro e a prata são símbolos que refletem realidades superiores, mais altas, mais nobres e distintas.

Em seguida, podemos contemplar as flores, as plantas, os arbustos e as árvores.

Em outro escalão as aves, os pássaros e tudo que enaltece a Deus e proclama a Sua magnificência dentro desta ordem inexcedível.

.

A mais perfeita das criaturas!


Há, entretanto, algo mais além, pois tal ordem foi posta por Deus para refletir a Sua obra-prima, Maria Santíssima.

Para utilizar linguagem figurada e simbólica, a Mãe de Deus é um oceano de perfeições e de graças por ser Ela quem é.

O grande devoto de Nossa Senhora, São Luís Maria Grignion de Montfort, ao descrevê-La assim se expressou:

 

“Deus Pai ajuntou todas as águas e denominou-as mar; reuniu todas as graças e chamou-as Maria.

Este grande Deus tem um tesouro, um depósito riquíssimo, onde encerrou tudo que há de belo, brilhante, raro e precioso, até seu próprio Filho;

E este tesouro imenso é Maria, que os anjos chamam o tesouro do Senhor, e de cuja plenitude os homens se enriquecem”.


Convém ressaltar que Cristo, por ser Deus, não podia ter pecado original.


Maria Santíssima foi isenta do pecado por um especial privilégio outorgado pelo próprio Deus, por ter sido eleita para d’Ele se tornar Mãe.


Ao agir assim, a Santíssima Trindade fez o caminho inverso da primeira mulher que introduziu o pecado no Mundo por sua desobediência;

Dispondo que Maria fosse o contrário dessa mulher ao inocentá-La e isentá-La da nódoa do pecado original.


O que Eva perdeu por orgulho e desobediência, Maria conquistou pela sua humildade e obediência, merecendo que o próprio Deus fizesse n’Ela maravilhas.


O Anjo Gabriel chamou-a de “cheia de graças” e Santa Isabel, de “bendita entre todas as mulheres”.

A inteligência de Maria não se ofuscou, sua vontade não se enfraqueceu, e Ela nunca teve inclinação para o mal.

.

Maria conquistou todas as graças…


E se tornou agradável a Deus.

E pelo privilégio singular de ter sido concebida sem pecado, nasceu imaculada – portanto, com o direito, por nascimento e por conquista;

À prerrogativa perfeita de ser Mãe de Deus, para que seu Filho redimisse o gênero humano das consequências do pecado original.

Após afirmar que todos pecaram em Adão, São Paulo sustenta com fundamento que, na vontade de Adão, como chefe e cabeça do gênero humano, estavam todas as vontades.

Maria Santíssima, pertencendo à raça humana, pertenceu a uma raça pecadora, mas sem ter jamais pecado, pois Deus, por privilégio singular, A preservou no primeiro instante de contrair a nódoa original, já que era predestinada a ser a Mãe do Salvador do mundo.


Repugna ao próprio Deus conviver e ser gerado por uma mãe pecadora, pois Jesus Cristo deveria ser a coroa e a perfeição de todas as criaturas.


Por isso a iconografia representa Maria Santíssima esmagando a serpente infernal e tendo os braços abertos para indicar que Ela trouxe o Autor da graça, o Redentor divino que nos deu a redenção e abriu as portas do Céu.

No dia 8 de dezembro, o Papa Pio IX proclamou solenemente o dogma de sua Imaculada Conceição.

Com estas palavras presto o meu tributo filial à Mãe de Deus, pedindo-lhe que vele por todos os leitores.

.

Fonte: ipco.org.br

 

*   *   *

.
testeira-vela-natal

Padre Pio apanhava do demônio. Entenda!

17 dezembro 2018
Santo Padre Pio

Santo Padre Pio

.
Muitos se perguntam por que São Padre Pio apanhava do demônio.


Dentre as particularidades do grande santo de Pietrelcina, estavam justamente os duros embates com o inimigo de Deus.

Regularmente Satanás o visitava a fim de corromper a sua alma e a sua fé.


As artimanhas eram das mais variadas, indo desde a aparição em forma de mulheres nuas à agressão física deliberada.


Outros santos da Igreja também tiveram de lidar com as perseguições demoníacas.

Santo Antão sofreu ataques malignos repetidas vezes ao longo de sua vida.

O Cura D’Ars era atormentado frequentemente. A certa altura, os fenômenos ficaram tão intensos que a cama do Santo Vianney ardeu em chamas.


“Não podendo pegar o passarinho, o diabo queimou a gaiola”,
debochou o padroeiro dos párocos.


Eram verdadeiras lutas corporais, onde os filhos de Deus tinham de enfrentar a terrível ira dos infernos pessoalmente.

Mas como explicá-las, se os anjos são criaturas puramente espirituais, ou seja, não possuem corpos como os seres humanos?

O Sagrado Magistério dá a essas ações diabólicas o nome de “obsessão”.

Trata-se de um fenômeno bastante raro e extraordinário, quer dizer, diferente do meio comum pelo qual o diabo costuma agir, a tentação.

Por outro lado, também não se confunde com a chamada “possessão”. Enquanto nesta o diabo toma posse do corpo da pessoa, furtando suas faculdades, de modo que ela já não possa responder pelas próprias ações;

Na “obsessão” o demônio visa enfraquecer a fé de sua vítima. É uma espécie de tentação potenciada.


O inimigo age extraordinariamente, com mais clareza e intensidade.


Embora existam níveis variados de “obsessão”, de fato, todos eles almejam atacar a alma da vítima, fragilizando-a perante as armadilhas satânicas.

A principal razão da obsessão é a inveja do diabo.

Ele não suporta assistir às boas ações dos filhos de Deus, ainda mais quando estas arrancam-lhe a condição de levar mais almas para o inferno, tornando o indivíduo – ao mesmo tempo – uma pessoa santa. 

Quando o demônio via o empenho missionário de São João Maria Vianney, Santo Antão e São Pio de Pietrelcina, sentia-se profundamente ameaçado, pois sabia do risco que corria caso os fiéis dessem ouvidos aos seus sermões, ensinamentos e etc.

Por isso, atacava por inveja dos filhos de Deus.

Mas, normalmente, o diabo não age dessa maneira.


Ele, por si só, não tem poder para agredir na carne.


Misteriosamente, é Deus quem o permite se manifestar assim. A princípio essa autorização divina pode escandalizar, levando os fiéis a se perturbarem.

Por que Deus daria tamanho poder ao demônio, autorizando-o a machucar um filho seu? Por causa de uma eleição.

Os santos que sofreram com tais fenômenos diabólicos tinham uma missão para a Igreja.

O Senhor conhecia as suas almas e sabia do grande amor delas.

Aqui, então, cabe mencionar as palavras de Santo Tomás de Aquino:


“Deus permite que os males aconteçam para tirar deles um bem maior”.


Isso explica a vontade divina. Dos sofrimentos de alguns de seus filhos, Deus pôde colher frutos espirituais para a salvação dos demais.

Além disso, permitindo a “obsessão”, Deus concede às almas santas a oportunidade de amá-lo ainda mais.

Por isso, as pessoas que são atacadas dessa forma possuem duas características básicas.

 

Em primeiro lugar, um alto nível de santidade.

Os diretores espirituais não precisam se preocupar demasiadamente a respeito, uma vez que somente os dirigidos espirituais santos sofrerão tal modelo de angústia.

E depois, um enorme desejo de atender à vontade de Deus, de corresponder com valentia à vocação, ou missão, dada por Deus.

Essas pessoas têm a ocasião de configurar-se a Nosso Senhor Jesus Cristo, sofrendo junto Dele as dores da paixão.


Os padres do deserto contam uma passagem muito oportuna sobre a vida de Santo Antão.

Durante um dos ataques do diabo, o santo pedia insistentemente para que Deus afugentasse o maligno. “Kyrie Eleison”, gritava em aflição.

Após um longo tempo, e somente depois de tanto clamar pela misericórdia, o diabo se afastou. Neste momento, Jesus lhe apareceu. Santo Antão olhou o Senhor, inclinou a cabeça, entristeceu-se.


“Senhor, onde estáveis quando eu mais necessitava de vós?”
, perguntou-lhe.


E então, olhando fixamente para o fiel servo, Jesus respondeu:


Antão, meu filho, eu estava aqui o tempo todo, mas eu queria te ver lutar”.


Essa é a realidade, Deus gosta de nos ver lutar.

E mesmo aqueles que ainda não gozam de virtudes especiais são chamados à luta contra o diabo.

Não a física, é verdade, mas a espiritual, contra a tentação ordinária, que é a mais perigosa ação demoníaca.

Então encontramos aqui mais uma razão da permissão divina às obsessões.

Os santos são sinais para nós, são como um sacramental. Eles nos recordam que é uma luta a vida do homem sobre esta terra.

Se os santos travaram o duelo físico, nós, que não temos a mesma eleição e a mesma santidade, devemos também ficar atentos, porque também nós devemos lutar.

E é através dessa luta que nós podemos manifestar a Jesus nosso amor.

Não há outro caminho para céu, a não ser sendo firmes e fortes na luta contra a maldade, entregando nossas vidas, mesmo que nos custe sofrimento.


“Devemos trabalhar nesta vida, teremos toda a eternidade para descansar”
, São João Maria Vianney.

.
Fonte: padrepauloricardo.org

.
.
*  *  *

.

Acenda sua Vela Virtual!
.

BotaoVela

5 Pontos fáceis para você aprender de vez o que é o Purgatório. Confira.

16 dezembro 2018
Nossa Senhora do Carmo resgatando as Almas do Purgatório.

Nossa Senhora do Carmo resgatando as Almas do Purgatório.


.
A Igreja ensina no Catecismo que “os que morrem na graça e na amizade de Deus;


M
as não de todo purificados, embora seguros da sua salvação eterna, sofrem depois da morte uma purificação, a fim de obterem a santidade necessária para entrar na alegria do céu”.


“A Igreja chama Purgatório a esta purificação final dos eleitos, que é absolutamente distinta do castigo dos condenados”, assinala no numeral 1031 do Catecismo.


Em diálogo com o Grupo ACI, Pe. Carlos Rossel, doutor em Sagrada Teologia pela Universidade de Navarra, deu 5 chaves que os católicos devem levar em consideração para compreender o dogma do Purgatório.


1. Não é um invento, está fundamentado na Bíblia

No Antigo Testamento é mencionada a oração pelos defuntos, mas é a Igreja que, baseando-se em toda a Escritura, definiu o dogma do Purgatório.

Foi ensinado pela primeira vez no II Concílio de Lyon na Profissão de fé de Miguel Paleólogo.

Uma primeira ideia bíblica é que nada impuro pode ver Deus. Por exemplo, em Mateus 5,8 diz: ‘os limpos de coração verão a Deus’;


E no Apocalipse 21,27 diz que nada impuro entrará na Jerusalém do Céu.


A Bíblia também nos fala da oração pelos defuntos. No 2º Livro de Macabeus 12,38 e versículos seguintes nos indica que Judas Macabeu ofereceu sacrifícios de expiação pelos seus soldados defuntos.

Para falar do Purgatório também é utilizado Mateus 12,31-32, quando Jesus diz que quem peca contra o Espírito Santo não será perdoado neste mundo nem no outro.

Muitos teólogos afirmam que quando o Senhor afirma que no outro mundo poderiam ser perdoados alguns pecados, estaria falando do Purgatório.

Há também um texto importante citado pelo Papa Emérito Bento XVI que está na 1ª Carta de São Paulo aos Coríntios 3,10-15.


São Paulo diz que todos os que constroem suas vidas sobre um fundamento que é Cristo vão se salvar, mas alguns passarão através do fogo.


E quem são eles? Os que constroem a sua vida com madeira, palha ou feno, ou seja, aqueles que viveram com Cristo e não tiveram uma vida tão santa como esperavam.


2. Pode-se ajudar as almas do Purgatório

A Igreja nos fala da comunhão dos santos. Ou seja, existe uma comunhão entre os santos que estão no Céu e veem Deus;


As almas do Purgatório que estão em um período de purificação para entrar no Céu e os batizados que peregrinam neste mundo.


O que podemos fazer pelas almas do Purgatório? Rezar por elas;

Uma das obras da misericórdia é rezar pelos defuntos.


O melhor que podemos fazer por elas é oferecer o santo sacrifício da Missa, porque o que estamos fazendo é;

Inserir este defunto no mistério pascal de Cristo, a fim de que entre no céu devidamente purificado.


3. As indulgências são efetivas

As indulgências são um presente que a Santa Mãe Igreja oferece, para ir ao céu imediatamente.


A Igreja diz também que podem ser aplicadas aos defuntos; é um costume bonito, muito católico, que todos os dias ganhemos uma indulgência plenária.


Indulgência plenária significa que ao realizar essa obra que a Igreja nos pede, com distintas condições e na graça de Deus, nós podemos acessar esse tesouro que Cristo abriu com a sua Morte e Ressurreição (o Céu).


4. Não é comum que uma alma do Purgatório tenha contato com um ser vivo

Onde estão as almas? As almas estão no Céu, no Purgatório ou no Inferno.

Deus que é o Senhor e o Todo-poderoso pode permitir que uma alma do Purgatório entre em contato com um ser vivo.

De fato, se nos fixarmos em algumas experiências de místicos, por exemplo;


Padre Pio ou Santa Faustina Kowalska, conta-nos que em algum momento tiveram relação com alguma alma do Purgatório.


Entretanto, isto não é algo ordinário, mas extraordinário, e é preciso ter cautela.


5. As almas do Purgatório intercederão por nós no Céu

O dogma diz que existe o Purgatório e é um estado transitório.

É a antessala do Céu. Mas, a Igreja não falou nada se as almas do Purgatório podem interceder por nós.

Aqui, há duas posturas teológicas.


Alguns teólogos dizem que as almas do Purgatório podem interceder por nós porque são membros da Igreja e fazem parte do Corpo Místico de Cristo.


Outros teólogos dizem que não.

O que nós fazemos por elas, logo nos vão devolver quando chegarem ao Céu. Ou seja, que quando entrarem no Céu, elas intercederão por nós.

Por outro lado, é preciso evitar todo tipo de práticas que são anticristãs e são próprias do paganismo. Entre elas, a evocação de espíritos, que é um pecado grave.
.

Clique aqui e veja como saber tudo a respeito do purgatório.

.
.
Fonte: acidigital.com

.
*  *  *

.
Acenda sua Vela Virtual pelas almas, alcance muitas graças!
.
BotaoVela

Acenda sua Vela Natalina, Nossa Senhora poderá conceder um Natal próspero

15 dezembro 2018

Saiba mais aqui.

.
Um Santo Natal para todas as famílias.

Neste período de festividade é quando o coração da Virgem Santíssima e o Menino Jesus se aproximam de todos.

Graças a isso, somente nesta data diversas famílias encontram paz e harmonia.

Além de queremos desejar um excelente Natal, queremos que VOCÊ se lembre de Nossa Senhora, pedindo a intercessão dEla durante todas as festividades.

Essa é a razão de termos desenvolvido a Vela Natalina!

Vela Natalina

Ao clicar e inscrever GRATUITAMENTE os seus pedidos ele serão levados automaticamente ao altar da Santa Missa de Natal celebra no dia 25/12

E você nem precisará sair de casa.
.

E além de incluir seus pedidos gratuitamente, você poderá baixar uma belíssima oração em áudio.

Incrível, não é mesmo?
.

No Natal é imprescindível deixarmos de fazer uma oração, somente através dela, agradecemos à Deus e a Nossa Senhora pelo nascimento do Coração do Menino Jesus.

Clique aqui e não deixe de incluir seus pedidos de graça!
.

Que Nossa Senhora e o Menino Jesus lhe cumulem de bênçãos neste Natal.
.

4 Meios de receber bem o Menino Jesus nesse Natal. Não esqueça do número 2. Confira.

15 dezembro 2018
advento

Menino Jesus no presepe.


Pe Hobert Havens da Cáritas do México nos apresenta 4 passos, para o Advento, tempo que a Igreja nos reserva para meditar e se preparar para a vinda do Menino Jesus:



1 –
Lembrar que o Natal se celebra a partir da véspera, quando celebramos a chegada do menino Jesus;

O padre aponta isso não desprezando as festas que antecedem o Natal, mas com o intuito de se preparar mais espiritualmente para o momento da vinda de Jesus.


2 –
Um momento de meditação a cada dia do Advento; Não é preciso um longo período, pode ser apenas uns minutinhos;

Mas totalmente dedicados à meditar o principal acontecimento da história da humanidade, o nascimento de Nosso Senhor e o que isso trouxe pra nós.


3 –
Preparação pessoal; Podemos lembrar da Quaresma, quando realizamos algumas obras de sacrifício para preparar o “presépio de nosso coração”;

Como jejuns e abster-se de coisas que gostamos para honrar Nosso Senhor.


4
Algumas práticas exteriores; Formas de expressar nossa preocupação em viver esse tempo para as pessoas à nossa volta;

Algo muito comum é a coroa do advento, podemos colocar em casa, no trabalho, e acender as velas por alguns instantes durante o dia com a família e amigos.


Fica a dica para ter um Santo Natal, como você se prepara para vinda de Nosso Senhor?

.
.
Fonte: acidigital.com

.
* * *

.
testeira-vela-natal

Para você que está angustiado.

14 dezembro 2018
Angústia

Angústia

.
Olá querido amigo,


Quem já passou por isso sabe bem.

A ANGÚSTIA parece que nos sufoca, nos aprisiona, nos faz perder a razão.

 

É algo como um nó na garganta…
Você caminha e ela está lá presente…
Vai dormir, e ela não te abandona…


Mas saiba que existe um “REMÉDIO” para as suas angústias!


Não é uma fórmula milagrosa, mas ela funciona.


1.
 Reze. Isso mesmo. Nunca perca sua vontade de rezar.

2. Você pode fazer muito mais. Inscreva-se agora no grupo Apóstolos de Fátima e firme um compromisso com Maria Santíssima.


Firmando esse compromisso, você estará deixando que a Virgem Maria tome conta de tudo, inclusive com a tarefa de lhe ajudar a vencer as suas angústias.

Não tenha dúvidas.


Clique aqui e torne-se um membro do grupo Apóstolos de Fátima.


Ao fazer isso, temos certeza que Nossa Senhora poderá lhe ajudar imediatamente, afinal, você estará em uma união maior ainda com Ela.

E nunca se esqueça das palavras de São Bernardo:


– Nos perigos, nas angústias, em todos os momentos de dúvida, pensa em Maria, invoca Maria.


A Virgem de Fátima é misericordiosa e de uma bondade infinita.

.
.
*  *  *

.

Próxima Página »

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Natal: Uma carta de Nossa Senhora Leia Mais +
  • Uma oração de Natal que todos devem rezar Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade