Última aparição de Nossa Senhora das Graças e difusão da Medalha Milagrosa

Última aparição de Nossa Senhora das Graças e difusão da Medalha Milagrosa

 

Nossa Senhora aparece como dispensadora de todas as graças para Santa Catarina Labouré

Tendo aparecido já duas vezes à Irmã Catarina Labouré, noviça das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, a Santíssima Mãe de Deus, ainda vai agraciar-lhe com uma terceira aparição para esclarecer as últimas informações necessárias para a compreensão da medalha que mandou cunhar. 

Ultima Aparição — Dezembro de 1830.

Terceira Aparição de Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré

Muito semelhante à segunda aparição, com um diferencial, Nossa Senhora ter se dirigido para cima e atrás do tabernáculo.

O mesmo quadro da medalha aparecido anteriormente, mas desta vez, junto ao tabernáculo.  Em seus dedos viam-se anéis de pedras preciosas, uns com raios de um brilho belíssimo, outros apagados. No fundo do seu coração Catarina ouve a Virgem Santíssima dizer-lhe:

“Estes raios são o símbolo das graças que espalhei sobre as graças que me pedem…”.

E, para explicar os anéis que não projetavam raios, acrescenta:

“É a imagem das graças que as pessoas esquecem de me pedir”.

Além disso, Irmã Catarina ouve no seu coração:

“Minha filha, doravante não mais me verás, porém ouvirás minha voz durante tuas orações”.

É o final das aparições.

Difusão da Medalha Milagrosa

Padre Jean-Marie Aladel, diretor de Santa Catarina Labouré

Catarina comunica os pedidos da Virgem Maria a seu confessor, o Padre João Maria Aladel, CM. Este num primeiro momento não acolhe bem, e inclusive lhe proíbe de pensar e falar nisto.

Embora tenha sido um golpe terrível para ela, Catarina obedeceu seu confessor.

No dia 30 de janeiro de 1831 encerra o tempo de Noviciado e Catarina professa como Filha da Caridade.

No dia seguinte é designada para o Asilo num bairro cheio de miséria, Catarina atenderá os Pobres durante 46 anos, em silêncio e total anonimato. Só no leito de sua morte as irmãs descobriram que ela era a alma que tinha recebido tamanha graça.

Visto a demora no cumprimento do seu pedido, Nossa Senhora comunicou à Irmã Catarina seu desgosto. “Mas querida Mãe”, disse a Irmã Catarina, “Vós vedes que ele (o Padre Aladel) não acredita em mim”.

Não tenhais medo – foi sua resposta –chegará o dia em que fará o que eu peço, porque ele é meu servo e não irá querer me desapontar”.

Comunicado acerca do desgosto da Virgem Maria para com ele, Padre Aladel, afinal de contas, havia se passado sete meses desde que a Santíssima Virgem pediu que se cunhasse e distribuísse a medalha, mas ainda não tinha sido feito nada. Ele pensou:

Se Maria está desgostosa, não pode ser com a jovem irmã, pois em sua situação ela é incapaz de fazer qualquer coisa. Sendo assim, deve ser comigo”.

O arcebispo de Paris autoriza a Medalha

Dom Jacinto-Luís de Qúelen, Arcebispo de Paris na época das aparições

Padre Aladel, consultando seu superior Padre João Batista Ettiénne, decidiu que um assunto assim tão importante deveria ser levado ao Arcebispo.

Os dois padres chamaram o Arcebispo e lhe apresentaram um detalhado relato das aparições de Nossa Senhora à irmã Catarina Labouré.

O Arcebispo de Paris, Dom Jacinto-Luís de Quélen, ouviu com grande interesse a maravilhosa história e deu sua autorização para a confecção das medalhas.

Tendo recebido a permissão eclesiástica, o Padre Aladel agilizou para que a medalha fosse feita. Nesta primeira leva, 2.000 medalhas milagrosas cunharam-se.

O diretor espiritual entregou uma destas medalhas à Ir. Catarina, como forma de reparar sua prolongada oposição. O único comentário da Ir. Catarina foi:

Agora deve propagar-se”.

Tal se deu e muitas graças foram alcançadas graças a intercessão e a proteção de Nossa Senhora das Graças por meio da sua Medalha milagrosa.

****

Quer receber conteúdos de inspiração católica para aumentar sua fé e a sua devoção?

Clique aqui ou na imagem abaixo e faça seu cadastro na nossa Newsletter:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Cadastre-se:

Mais postagens

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128