O Advogado que se serviu de Púlpito da Mensagem de Fátima! Conheça esta história.

O Advogado que se serviu de Púlpito da Mensagem de Fátima! Conheça esta história.

 

Nossa Senhora de Fátima

Esse texto mostra a história de um advogado que estava presente, no dia do Milagre do Sol, narrando este fato extraordinário com riqueza em detalhes 

Quando o milagre aconteceu, Carlos de Azevedo Mendes, era um advogado bem sucedido, na flor da juventude. Foi a Fátima pela primeira vez em setembro de 1917, com um grupo de pessoas, a cavalo.

Ele explica que foi a curiosidade que o levou àquela misteriosa montanha que se ergue.

Como era um homem ativo e impulsivo, Carlos foi direto à casa das três crianças protagonistas do milagre. Conversou e até mesmo brincou com elas. Estava muito impressionado com a sinceridade delas.

Acrescenta que também estava profundamente tocado por uma emoção misteriosa que não conseguia definir.

Em seu depoimento de 1960, ele explica:

“Depois daquela primeira visita a Fátima, havia algo diferente nas crianças, isto me fez ter o desejo de voltar lá, no dia 13 do mês seguinte, quando esperava a próxima aparição”

Multidão de dezenas de milhares de pessoas que presenciaram o milagre do sol

O Sr. Mendes afirma: 

“Ouvir as crianças, vê-las em sua simplicidade nos impressiona de modo extraordinário e nos faz concluir que em tudo que nos contaram, há algo sobrenatural… Acredito que só com a razão não se consegue compreender.”

E continua:

“Havia uma atração que não consigo explicar. Para expressar sua admiração o menino(Francisco) contou-me que a Senhora era extremamente linda. Mostrei-lhe sua fotografia e perguntei: ‘Ela é mais bonita? e eles responderam: ‘Muito mais!’

No dia da aparição, 13 de outubro, o Sr. Mendes afirma: “muita gente estava lá, mas me sentia só. Vi o sol como se fosse uma bola de fogo começar a se mover nas nuvens.”

Carlos Azevedo Mendes à esquerda. Ao centro, D. José Alves Correia da Silva, em cadeira de rodas

Perguntado o que ele havia feito, ele respondeu:

“Estava muito emocionado, abri caminho e peguei a pequena Lúcia em meus braços e a pus sobre o meu ombro, ela gritou: Nossa Senhora quer que as pessoas rezem e façam penitências. Se isso for feito, a guerra vai acabar”.

“Meu coração estava transbordando. Lúcia havia feito meu ombro de púlpito do qual a grande mensagem de Fátima foi anunciada. Resolvi, naquele momento em diante, trabalhar para Fátima de algum modo útil”.

Esta foi uma promessa que Carlos Mendes cumpriu fielmente através dos anos. A cada dia 13 do mês ele sempre era visto na linha de frente junto dos voluntários de Fátima.

Fonte: O Milagre do Sol, John M. Haffert.

****

Receba conteúdos de inspiração Católica todos os dias e conheça mais sobre as mensagens e a devoção a Nossa Senhora de Fátima.

Faça AQUI seu cadastro gratuito.

Ao fazer sua inscrição, o seu nome será lembrado na próxima Santa Missa que será celebrada!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Cadastre-se:

Mais postagens

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128