6 fatos sobre Nossa Senhora Auxiliadora que você talvez não conheça.

Nossa Senhora Auxiliadora.

Nossa Senhora Auxiliadora.

.
Dia 24 de maio, a Igreja comemora a Santíssima Virgem Maria sob a advocação de “Maria, Auxílio dos Cristãos”.


A seguir, confira alguns dados que talvez não conhecia sobre Nossa Senhora Auxiliadora:


1. Maria era chamada de “Auxiliadora” pelos primeiros cristãos


Os primeiros cristãos na Grécia, Egito, Antioquia, Éfeso, Alexandria e Atenas costumavam chamar a Santíssima Virgem Maria de “Auxiliadora”, em grego é “Boetéia”;


E significa “a que traz auxílios vindos do céu”.


O primeiro Padre da Igreja que chamou a Virgem Maria de “Auxiliadora” foi São João Crisóstomo no ano 345 em Constantinopla.

O santo disse:


“Tu, Maria, é o auxilio potentíssimo de Deus”.


Também foi reconhecida com este nome por Proclus no ano 476 e por Sebas de Cesária em 532.


2. Maria Auxiliadora intercedeu nas batalhas de Lepanto e Viena


Em 1572, o Papa São Pio V, depois da vitória do exército cristão sobre os turcos muçulmanos na batalha de Lepanto;

Ordenou celebrar no dia 7 de outubro a festa do Santo Rosário e que nas Ladainhas fosse invocada “Maria Auxílio dos cristãos”.


Naquele ano, Nossa Senhora livrou prodigiosamente toda a cristandade da destruição de um exército maometano de 282 barcos e 88.000 soldados.


Em 1683, os turcos atacaram Viena durante o pontificado de Inocêncio XI.

Sob o comando do rei da Polônia, João Sobieski, com um exército inferior derrotou o exército turco confiando na ajuda de Maria Auxiliadora.

Pouco tempo depois, fundaram a Associação de Maria Auxiliadora, que atualmente está em mais de 60 países.


3. A festa nasceu durante a Revolução Francesa


A história do estabelecimento da festa de Nossa Senhora Auxiliadora remete há alguns anos depois da Revolução Francesa;


A qual havia realizado um grande golpe à Igreja.


O Papa Pio VII foi preso no Palácio de Fontainebleau pelo imperador francês Napoleão Bonaparte;

E dedicou as suas orações à Maria Santíssima “Auxílio dos Cristãos”, para que protegesse a Igreja.


As preces do Papa foram ouvidas e, em 1811, Napoleão assinou a sua abdicação.


Em 1815, quando a Igreja tinha recuperado a sua posição e poder espiritual, o Papa instituiu a festa de Nossa Senhora Auxiliadora no dia 24 de maio;

Para perpetuar a memória do seu retorno a Roma depois do seu cativeiro na França.


4. A festa de Nossa Senhora Auxiliadora é celebrada na Ucrânia desde o século XI


O nome “Auxiliadora” foi dado à Virgem Maria na Ucrânia desde 1030;


Por ter libertado aquela região da invasão de tribos pagãs.


Desde então, a Igreja Ortodoxa nesse país celebra a festa de Nossa Senhora Auxiliadora no dia 1º de outubro.


5. Maria Auxiliadora apareceu a São João Bosco


São João Bosco foi um grande propagador do amor a esta devoção mariana;


Porque a própria Virgem Maria apareceu a ele em 1860;


E assinalou o lugar em Turim (Itália) onde queria que fosse construído um templo em sua homenagem.


Do mesmo modo, pediu para ser homenageada com o título de “Auxiliadora”.


Em 1863, São João Bosco começou a construção da igreja com alguns centavos;

Mas com a intercessão da Santíssima Virgem Maria, em 9 de junho de 1868, apenas 5 anos depois, foi realizada a consagração do templo.

O Santo costumava dizer:


“Cada tijolo deste templo corresponde a um milagre da Santíssima Virgem Maria”.


A partir daquele Santuário, começou a espalhar pelo mundo a devoção a Maria sob o título de Auxílio dos Cristãos.


6. Três Papas eram devotos de Nossa Senhora Auxiliadora


O Papa São João XXIII cultivou uma especial devoção a Nossa Senhora Auxiliadora;

Cuja imagem tirada de um número do Boletim Salesiano, estava na parede perto da sua cama.


Ele a proclamou Padroeira do Concílio com o título de Auxilium Christianorum, Auxilium Episcoporum;


E em 28 de maio de 1963, gravemente doente;

Abençoou com profunda emoção as duas coroas destinadas ao quadro da Auxiliadora na Basílica do Sagrado Coração de Roma.

Por sua parte, São João Paulo II costumava visitar a igreja de Santo Estanislau Kostka dos Salesianos, em Cracóvia, entre os anos 1938 e 1944;


E muitas vezes rezou na capela de Nossa Senhora Auxiliadora.


Nesta igreja, no dia 3 de novembro de 1946, celebrou uma das suas primeiras missas como sacerdote.

O Papa Francisco, durante sua visita apostólica a Turim em 2015, por ocasião dos 200 anos do nascimento do fundador dos salesianos, São João Bosco;


Contou que durante a sua infância foi educado em um colégio salesiano e aprendeu a amar Nossa Senhora Auxiliadora:


“Eu lá (em um colégio salesiano) aprendi a amar a Virgem;

Os salesianos me formaram na beleza, no trabalho, e acredito que este é um carisma deles;

Me formaram na afetividade e isso era uma característica de Dom Bosco”, assegurou.

.
Fonte: acidigital.com (com alterações)

.
.
*  *  *

.
bt_oferta_ADF-1 (1)

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Milagres de Fátima: Ter Fé mesmo quando acabam as esperanças Leia Mais +
  • Oração a Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: 0800 608 2128

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - São Paulo/SP

Política de Privacidade