Levar em si Maria! (I)

Levar em si Maria! (I)

 

Levemos Maria Santíssima em nosso coração!

Era ainda muito cedo. Abrindo um livro piedoso, que uma pessoa distraída – talvez voluntariamente – deixara na sala de visitas, encontrei estas linhas, tão curtas e tão cheias de sentido e de vida sobrenatural.     

Mãe de Deus, rogai por nós!

Leva em ti Maria; Em redor de ti irradie Maria; Dá a todos Maria!

Não sei o que se passou em minha alma, no meu coração, em todo o meu ser.

Depositei o livro; uma lágrima – perdoem-me esta sensibilidade – uma lágrima ardente queimou-me as pálpebras e as faces…

E escondendo a cabeça nas mãos, afastei-me sem demora. Mas, durante todo o dia, ia repetindo:

Ó Maria! Deixa-me levar-te em mim; deixa-me irradiar-te, em redor de mim; deixa-me dar-te a todos que se aproximam de mim!

Oh! querida alma, nós que almejamos amar ardentemente nossa terna Mãe, repitamos muitas vezes durante o dia esta pequena oração, tão curta, tão penetrante e decerto, tão agradável a Maria.

Nossa Senhora de Fátima

Levar em si Maria, é não possuir todas as virtudes de Maria, mas trabalhar para adquiri-las.

É imitar a criança a quem se dá uma santinha: aperta-a sobre o coração, beija-a com efusão e depois a leva para sua mãe, com cuidado, receosa que se amarrote.

Não podemos, de certo, receber o corpo de Maria Santíssima como recebemos o corpo de Jesus Cristo, mas, na sagrada comunhão, recebendo a Jesus Cristo, não é verdade que recebemos um pouco de Maria?

Qualquer coisa de Maria? Este divino alimento de nossa alma, não é ele formado do sangue de Maria? Caro Christi, caro Mariae [a carne de Cristo é a carne de Maria], diz Santo Agostinho.

Levando em nós a Jesus, levamos, pois, a Maria. Jesus e Maria são inseparáveis. Não procureis em outro lugar o divino Filho da Virgem, senão nos braços de sua mãe; é lá o lugar d’Ele, o seu trono, o seu céu.

Levar em si Maria, é pois aproximar-se muitas vezes e com devoção da Sagrada Mesa Eucarística; e durante o dia lembrar-se o mais possível deste ato solene.

É unir-se a Maria e com ela adorar a Jesus. Trabalhar para Jesus, numa palavra, é viver com ela da doce vida de intimidade. Ó Maria, deixa-me levar-te em mim! 

[continua…]

[Padre Júlio Maria de Lombaerde,  Voz de Nazareth, nº 67, julho de 1918]

****

Receba conteúdos de inspiração Católica todos os dias e conheça mais sobre as mensagens e a devoção a Nossa Senhora de Fátima.

Ao fazer sua inscrição, o seu nome será lembrado na próxima Santa Missa que será celebrada!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128