Hoje é dia de Nossa Senhora da Visitação

Pouco depois da Anunciação, avisada pelo anjo São Gabriel de que sua prima Santa Isabel, apesar da idade avançada, esperava um filho, Maria Santíssima dirigiu-se à cidadezinha onde residia a futura mãe de São João Batista, situada na pequena aldeia de Ain-Karin.

Tal viagem, de cerca de cem quilômetros através de região montanhosa, não estava isenta de fadigas e perigos, porém a Virgem Santíssima caminhava alegremente, não apenas pelo desejo de auxiliar a parente, mas também porque sabia que levava consigo o Filho de Deus, o Salvador do Mundo.

Trazendo Jesus em seu seio, ela ia levar a graça à família do sumo sacerdote Zacarias, realizando assim, desde então, por vontade de Deus, a sua missão de Medianeira de todas as graças.

No primeiro instante em que Maria Santíssima saudou a prima, Santa Isabel, cheia do Espírito Santo, respondeu-lhe:- “Bendita és tu entre todas as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!”, e, ao sentir o filho exultando em seu seio, continuou: – “De onde me vem a honra de receber a visita da Mãe do Meu Senhor?” Então, Maria Santíssima, não sabendo mais conter a alegria de que estava possuída desde a Anunciação, respondeu-lhe com as belíssimas palavras do “Magnificat”:

“Minha alma glorifica o Senhor e meu espírito exulta de alegria em Deus meu Salvador”, profetizando em seguida que todas as gerações a chamariam de Bem-aventurada. Maria Santíssima passou cerca de três meses em casa de sua prima auxiliando-a em toda sorte de serviços e depois voltou para Nazaré.

Ainda nos dias de hoje conservam-se as ruínas da habitação de Zacarias na aldeia de Ain-Karin, e pode-se beber da água pura e cristalina da sua fonte, onde, segundo a tradição, a Virgem Santíssima saciou várias vezes a sua sede. Naquelas paragens existe também a cova em que São João Batista, ainda criança, foi escondido para escapar aos furores de Herodes, que ordenava a matança dos inocentes.

A Igreja Católica honra o mistério da Visitação, com uma festa especial decretada pelo Papa Urbano VI, em 1389, no último ano de seu pontificado, festa que passou recentemente de 2 de julho para 31 de maio.

A Santa Casa do Rio de Janeiro, seguindo as ordenações da metrópole, fazia todos os anos a procissão de Santa Isabel, que era constituída de dois cortejos, um que saía da catedral e outro do hospital. No primeiro, conduzida pelo ilustríssimo Cabido, ia a imagem da Virgem Maria. No segundo a Irmandade da Misericórdia, precedida de sua bandeira, ia ao encontro da outra procissão levando uma imagem de Santa Isabel. A cerimônia finalizava com a colocação das duas imagens no altar-mor da catedral, seguida de missa solene cantada pelo capelão da Santa Casa de Misericórdia.

Esta festa, celebrada na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro durante mais de três séculos, era assistida pelos governadores, pelos vice-reis e, após a vinda da família real para o Brasil, por D. João VI e toda corte. Depois da independência esta tradição religiosa foi conservada e os dois imperadores sempre tomaram parte na famosa procissão de Santa Isabel.

Após o término das cerimônias litúrgicas, a população ia geralmente ao hospital da Misericórdia visitar os enfermos a fim de confortá-los moralmente e levar ajuda financeira para minimizar o sofrimento dos doentes pobres.

Repetindo a bela ação de Maria Santíssima, o povo carioca cumpria assim o preceito da caridade cristã e ao mesmo tempo perpetuava a comovente tradição iniciada por Nossa Senhora ao visitar e ajudar sua prima Santa Isabel, no momento em que mais precisava do auxílio e da amizade daquela que seria a Mãe de Jesus, o filho de Deus.

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DA VISITAÇÃO

Virgem Maria, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo e minha querida Mãe, invocando-vos sob o título de Nossa Senhora da Visitação, peço-vos que assim como visitantes vossa prima Santa Isabel, venha visitar minha família, pois estamos necessitando de muitas graças (especificá-las), que certamente as receberemos por vosso intermédio.

Que o vosso exemplo nos torne mais caridosos com nossos irmãos indo visitá-los e confortá-los em suas necessidades.

Graças vos damos, Mãe Santíssima, pelo vosso carinho para conosco. Amém.

(Rezar 1 Pai-Nosso e 3 Ave-Marias)

 

Fonte: http://www.comunidadejesusteama.org.br/

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

4 Comentários

  • Venha me visitar também minha querida Mãe, todos os dias de minha eu quero estar ao seu lado.

    Resposta
  • MINHA NOSSA SENHORA…MÃE DA DIVINA MISERICÓRDIA VEM ME VISITAR…VEM JUNTO COM VOSSO FILHO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO MISERICORDIOSO…TRAZ A MINHA SAÚDE E TOCA SUA SANTA MÃO SOBRE AS MINHAS VISTAS…PEDE A VOSSO FILHO JESUS DE NAZARÉ…MEDICO DOS MEDICO…MEU AMIGO MEU PAI…PRA MI AJUDAR NESTE MOMENTO…QUE TANTO PRECISO DE VOSSA AJUDA…E TENHO FÉ EM MEU CORAÇÃO E TENHO CERTEZA QUE ELE VAI ME AJUDAR…PORQUE FELIZ É AQUELE…QUE ACREDITA NOS MILAGRES DO FILHO DE DEUS…AMEM

    Resposta
  • ESTA ORAÇÃO DA VISITA DE NOSSA SENHORA…A SUA PRIMA SANTA IZABEL…MEXEU COM MEU CORAÇÃO…SEI QUE NESTE MOMENTO…ELA ESTÁ VENDO A EMOÇÃO QUE ESTOU SENTINDO PORQUE EU TENHO FÉ…E ACREDITO NELA A MÃE DE NOSSO SENHOR…AMEM

    Resposta
  • Mãezinha Aparecida! Imploro a vós que interceda a Jesus que toque o coração de minha esposa Fabiana, para que possamos viver em paz e harmonia, pois nossa vida matrimonial esta muito conturbada. Tenho Fé em vós, pois sempre me ajuda e ajuda a seus filhos. Misericórdia Mãe. Amém!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128