Assassinado sacerdote católico na Síria

No domingo 23 de junho o sacerdote católico sírio François Murad foi assassinado no convento da Custódia da Terra Santa, em Gassanieh, no norte da Síria, onde tinha se refugiado.

O fato, indica a agência vaticana Fides, foi confirmado por uma declaração da Custódia da Terra Santa. As circunstâncias da morte não são de todo claras. Segundo fontes locais, o convento onde se encontrava o Pe. Murad foi atacado por militantes vinculados ao grupo muçulmano jihadista Jahbat al-Nusra.

O sacerdote de 49 anos de idade mantinha estreitos laços com os frades franciscanos da Custódia da Terra Santa. Depois de ser ordenado sacerdote no povo de Ghassanieh começou a construção de um mosteiro cenobítico dedicado a São Simón o Estilita

Depois do início do grave conflito na Síria, o mosteiro de São Simón foi bombardeado e o Padre Murad se transladou ao convento da Custódia por razões de segurança e para apoiar aos poucos que ficaram, junto com outro sacerdote e as religiosas do Rosário.

“Rezemos -escreve na nota de imprensa o Custódio de Terra Santa, Padre Pierbattista Pizzaballa- para que esta guerra absurda e vergonhosa termine logo e o povo da Síria possa voltar à normalidade”.

O Arcebispo Jacques Behnan Hindo, titular da Arquieparquia sírio-católica de Hassaké-Nisibis, disse à agência Fides que “toda a história dos cristãos no Oriente Médio está marcada e fecundada pelo sangue dos mártires de muitas perseguições”.

“Nos últimos tempos, padre Murad mandou-me algumas mensagens nas quais se mostrava consciente de viver numa situação perigosa, e oferecia sua vida pela paz na Síria e em todo o mundo”, adicionou.

Fonte: ACI Digital

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

4 Comentários

  • Meus pais em primeiro lugar digo pai e mãe atendidos; primeiramente…

    Resposta
  • Os verdadeiros seguidores de Jesus Cristo , são conhecidos e marcados por Deus Pai Todo-Poderoso.

    Resposta
  • eu peço á nossa senhora de fátima, que una minha fámilia e nos proteja de todo mal carnal e espiritua; e de modo particular á paz no meu paìs.

    Resposta
  • Que essa onda de ataques a Templos Católicos, tenham um fim próximo. Que Deus tenha por eleitos, aqueles que não se entregam ao medo e continuam a proclamar a Religião Cristã em lugares difíceis.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128