O Santo Rosário pelas ruas

O Santo Rosário pelas ruas

Nossa Senhora do Rosário e os Santos (Brooklyn Museum)

Em particular, podemos dizer que a recitação do Rosário feita silenciosamente enquanto se caminha, viaja, foi a ocupação mais comum entre os santos. Alguns o demonstraram até externamente passando de rua em rua, com o Rosário em movimento entre as mãos.

Não só caminhava, São João Batista de La Salle, sempre com a Coroa na mão, mas obrigou até todos os seus filhos a percorrer as ruas da cidade recitando o Rosário.

São Luiz Maria Grignion de Montfort tinha o Rosário como companheiro inseparável das suas intermináveis viagens missionárias, santificando com as Ave-Marias, as ruas e regiões da França.

São Felipe Néri, São Félix de Cantalice, Santo Afonso Maria de Ligório, Santo Antônio Maria Claret, e outros não faziam mistérios de caminhar ou viajar sempre recitando rosários sem número.

Era belo ver São Leonardo de Porto Maurício voltar ao convento após as fadigas apostólicas, recitando serenamente o Rosário. 

Nossa Senhora e os homens

E era um espetáculo edificante ver o jovem São João Berchmans com outros frades, recitar devotamente o Rosário pelas ruas da cidade.

São Carlos de Sezze, indo e vindo dos campos, recitava sempre a Coroa. E o servo de Deus Padre Anselmo Treves, quando encontrava alguém, lhe perguntava: “Fez bom passeio? Semeou muitas Ave-Marias pelo seu caminho?

São Conrado de Parzhan, humilde capuchinho da Baviera, reunia os rapazes pelas ruas e recitava com eles o Rosário, em pia procissão, que edificava toda a cidade .

Santa Joana d’Arc se reconhecia facilmente, cavalgando absorta junto ao seu rei. Ele mesmo uma vez lhe perguntou o que sonhava enquanto cavalgava tão silenciosa . “Gentil Sire – responde a heroína – estou recitando o Rosário ”.

Nos nossos tempos Santa Bertila Boscardin de Vicenza, São Maximiliano Maria Kolbe, em Roma, 

O servo de Deus Padre Dolindo Ruotolo, em Nápoles, atravessavam as ruas da cidade recitando o Rosário.

São José Cafasso conta que um dia, de manhã cedo, encontrou pelas ruas de Turim uma velhinha toda recolhida. 

O Santo lhe perguntou: “Por que, boa velhinha, andas pela rua a esta hora?” “Passo a limpar as ruas”, respondeu a velhinha. 

Admirado, o Santo perguntou: “Que quer dizer?” 

— “Esta noite foi carnaval e foram cometidos muitos pecados. Por isso, passo rezando o Rosário, para purificar as ruas de tantos pecados”. 

Muito bem, boa velhinha!

Fonte: Padre Stefano Maria Manelli, ffi. O santo rosário e os santos.

*****

Quer se aproximar mais de Nossa Senhora?

Clique aqui e faça parte da nossa comunidade no Telegram.

Ao cadastrar-se na nossa comunidade, o seu nome será lembrado na próxima Santa Missa que vamos mandar celebrar.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Cadastre-se:

Mais postagens

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128