Milagres de Fátima: A Esperança da Cura

.

Maria do Carmo, de 47 anos, natural da cidade de Arnal, em Portugal, havia cinco anos que sofria de uma penosa enfermidade.

.

Apresentava todos os sintomas da tuberculose, agravada, desde os princípios de 1916, com dores agudas e persistentes em todo o corpo e outras indisposições. Suspeitava-se que tivesse um tumor no útero. 

.

Não podendo comer, nem dormir, em julho de 1917 viu-se reduzida aos últimos extremos e, resignadamente, aguardava a morte quando ouviu falar nos fatos extraordinários ocorridos na Cova da Iria, local das aparições de Nossa Senhora, a trinta quilômetros da região onde morava.

.

Um raio de esperança iluminou a sua alma e fez votos de ir quatro vezes à Fátima a pé e descalça, para obter por intercessão da Virgem Santíssima a cura desejada…

.

As peregrinações

.

Em 13 de agosto queria iniciar a sua promessa, mas o marido opôs-se terminantemente: “Somos pobres e não temos dinheiro para alugar um carro; a pé é impossível, poderias morrer no caminho. Tem paciência; não te deixo ir”

. 

Ela, porém, tanto insistiu que o marido teve de ceder e, amparada por ele, pôs-se a caminho à 01h da madrugada.

.

Chegou à Fátima depois de longas horas de penosíssima viagem, quase desmaiada, sem forças, e “toda uma dor desde os pés até a cabeça”, para nos servirmos da sua própria expressão. Passados alguns instantes, com grande admiração sua, sentiu-se muito melhor. A volta foi menos trabalhosa e desde então pode comer algum alimento.

.

Em 13 de setembro fez a segunda peregrinação com muito menos incômodo, continuando depois a melhorar lentamente.

..

A chuva torrencial 

.

A 13 de outubro, data da sexta e última aparição de Nossa Senhora, partiu pela terceira vez; mas antes de chegar à Fátima foi surpreendida pela chuva torrencial, debaixo da qual chegou ao local das aparições com os vestidos todos ensopados em água. 

.

Apesar disso, sentiu-se lá perfeitamente bem, as dores desapareceram, e com elas a tosse, o inchaço dos membros e outros sintomas da doença. Voltaram o apetite e as forças. A cura foi perfeita. Passado um ano podia declarar que “não se lembrava de ter passado tão bem, em tempo algum de sua vida”.

.

Fonte: Nossa Senhora da Fátima de P. L. Gonzaga A. da Fonseca S. J.

.


.

Gostaria que seu NOME fosse enviado ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal? 

.

.

Ligue para:

0800 608 2128

.

E converse com um de nossos colaboradores sobre as nossas campanhas de apostolado. 

.

A ligação é grátis para todo o Brasil.

Horário de Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 08h às 18h. 

.

Além de enviar seu nome, você poderá receber outros incríveis presentes de agradecimento ao se inscrever em uma das campanhas de evangelização em honra a Maria.

.

Para mais informações, acesse: www.adf.org.br/apostolosdefatima 

.

“Doce Coração de Maria, sede a nossa salvação.”

.


.

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • O Segredo do Rosário: A Roseira Mística Leia Mais +
  • Pastorinhos de Fátima: “Onde está Jesus?” Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: 0800 608 2128

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - São Paulo/SP

Política de Privacidade