As Aparições de Nossa Senhora em Fátima nos ajudam a viver o Tríduo Pascal.

Nossa Senhora em Fátima aos Três Pastorinhos.

Nossa Senhora em Fátima sempre exigiu aos três pastorinhos às práticas da Oração e da Penitência, para que os pecadores fossem então convertidos e o Coração de Jesus não sofresse mais.

No entanto, neste período do Tríduo Pascal, que segundo a prática Católica é o tempo de meditar sobre a Paixão e a Ressurreição do Filho de Maria.
.

“Cristo redimiu ao gênero humano e deu perfeita glória a Deus principalmente através de seu mistério pascal: morrendo destruiu a morte e ressuscitando restaurou a vida.

O tríduo pascal da paixão e ressurreição de Cristo é, portanto, a culminação de todo o ano litúrgico”.

.
Santo Agostinho, em uma de suas cartas, refere-se ao tríduo Pascal como “os três sacratíssimos dias da crucificação, sepultura e ressurreição de Cristo”.

O mistério Pascal tem algo importante para nos ensinar: A dor não é seguida somente pela satisfação, pois Jesus continha isso dentro de Si e expressou da maneiras diferentes.
.

Um mês e 5 dias após a data da Páscoa, Nossa Senhora aparece em Fátima.

No entanto, graças às suas visões aos videntes, os três mostraram o que realmente se deve ser feito para viver com Jesus neste tempo e que com Maria é possível.

Os Videntes de Fátima conquistaram o céu!

Durante todo o relato nas memórias de Lúcia, após a Aparição de Nossa Senhora, é como se eles estivessem vivendo o período carismático e o Tríduo Pascal:
.

* Os três ofereciam Sacrifícios diariamente para Nosso Senhor; em 13 de Agosto de 1917 amarram uma corda na cintura, de uma maneira que os machucassem. Francisco e Jacinta não desamarraram, mesmo antes de falecer.

* A pedido de Nossa Senhora, rezavam diversas vezes o Santo Rosário no decorrer do dia. Principalmente Francisco, ao qual a Virgem disse que “terá de rezar para ir ao Céu”.

* E meditar sobre o Sofrimento de Jesus, Sua ida até o Calvário. Francisco Marto padeceu sobre as dores de Nosso Senhor. Sentiu o mesmo que Cristo. Sempre dizendo:

“Sofro para consolar Nosso Senhor”. “Não vê o quanto Nossa Senhora estava triste pelo sofrimento de Jesus”. “Ah, se eu pudesse confortá-lo”.

Viver a Paixão é algo praticado na Sexta-feira Santa, e Francisco Marto viveu todo esse período até o dia de sua morte.

.
Após a última Aparição de Nossa Senhora, Francisco e Jacinta passaram a não comer e beber, para oferecer a sede e a fome como sacrifício a Jesus, a prática do Jejum.

Que por meio dela colhemos frutos para a virtude, definida pelo Catecismo da Igreja.

Santo Tomás de Aquino diz que o “jejum foi estabelecido pela Igreja para reprimir as concupiscências da carne, cujo objeto são os prazeres sensíveis da mesa e das relações sexuais”.

.
Durante a Páscoa a penitência é o melhor a oferecer. 

O abrir mão da carne, durante a sexta-feira santa, aumenta a nossa devoção. 

É uma maneira da recordarmos o Amor de Cristo, que morre na cruz por nós.

Eliminar a carne neste tempo, colabora com o desenvolver espiritual, abrindo mão do físico. Já que ela lembra a carne humana como geradora do mal, do pecado.

E no 4º mandamento de Igreja diz que “jejuar e abster-se de carne, quando manda a Santa Mãe Igreja”.

Francisco e Jacinta viveram até o fim da vida os fundamentos Pascal. Abriram mão de própria vida e no final, estavam prontos para Ressuscitar em Cristo; Ir aos Céus.

Nossa Senhora concedeu conhecimento e discernimento para que três crianças vivessem, fora do período, uma das maiores Comemorações da Igreja. Assim, conquistaram a vida Eterna. 

Livros Fontes:  Santo Tomás de Aquino, Suma Teológica | Jacinta de Fátima, Sofrer para salvar os pecadores, Benoit  Bemelmans | Memórias da Irmã Lúcia I, 1981 | Catecismo da Igreja Católica, 2005 | Fátima, Aurora do Terceiro Milênio.


 

Santa Missa de Páscoa

 

A data mais importante do Calendário Litúrgico se aproxima…

O Domingo de Páscoa!

O dia que marca o triunfo de Cristo e a vitória do Filho de Maria sobre o pecado.

Certamente, devemos celebrar esse momento abençoado, rezando a Missa de Páscoa.

 

Clique aqui e inscreva o seu nome e da sua família na Missa.

 

A Páscoa é a oportunidade de purificação total do homem… De sentirmos a presença de Nosso Senhor ressuscitado em nossas vidas.

Então, ACENDA AQUI A VELA DA PÁSCOA ou na imagem abaixo.

 

Vela da Missa de Páscoa

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on email

Cadastre-se:

Mais postagens

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima.

Basta ligar para:

0800 608 2128