A devoção a Maria Santíssima favorecida, com milagres, por Deus

.

O culto a Nossa Senhora irradia na sociedade certo encanto e graça indefiníveis que dilatam o coração.

Com efeito, a mais doce, amável e pura das Virgens, designada também como sendo “terrível como um exército em ordem de batalha” e que esmaga a cabeça da serpente infernal, forma seus verdadeiros devotos à sua semelhança.

.

Assim são eles capazes das preces mais doces, mais filiais e mais ardorosas a Maria Santíssima; porém, ao mesmo tempo, são de uma firmeza inabalável nos princípios e uma combatividade incansável. Por exemplo, um São Bernardo — o Doutor Melífluo –, grande pregador das Cruzadas.

.

Tanto nas atribulações quanto nas alegrias, devemos louvar Aquela que o Divino Redentor nos deu como Mãe, não A perdendo de vista um só instante.

.

Para isso foram compostos os hinos, cânticos e ladainhas em que se prodigalizam a Maria os mais belos títulos. E também executaram-se milhares de obras de arte inspiradas pelo culto da Rainha dos Anjos, da Mãe de Deus e dos homens.

.

Percorramos, por exemplo, a Europa inteira. Detenhamo-nos ante as magníficas catedrais e perguntemos o que, de modo especial, as fez brotar do solo com seus maravilhosos vitrais e imponentes torres. Levantar-se-á, então, uma voz das pedras, da tradição e dos anais dos povos para nos responder: o culto a Maria! Sim, foi esse culto que adornou o mundo católico com tantas belas igrejas, imponentes catedrais, suntuosas abadias, austeros conventos, recolhidos mosteiros, graciosas capelas e acolhedores hospitais.

.

De seu lado, o próprio Deus teve o cuidado de justificar, autorizar e incentivar o culto a Maria com grandes milagres e feitos prodigiosos. Estes últimos são tantos que seria longa tarefa querer enumerá-los todos aqui. Limitamo-nos a mencionar apenas dois.

.

A libertação de Viena

Um deles foi a vitória obtida pelos católicos comandados pelo rei João Sobieski, da Polônia, para libertar Viena, que se encontrava sitiada pelos maometanos (1683). Tal vitória deu origem à festa em honra do Santíssimo Nome de Maria (vide epígrafe Destaque da presente edição).

.

O triunfo de Lepanto

Também a célebre batalha de Lepanto constituiu uma prova magnífica da proteção da Mãe de Deus em favor dos que A invocam confiantemente.

.

Encontrava-se a Cristandade seriamente ameaçada pelo avanço muçulmano. A situação chegou a um ponto crítico e as forças católicas — em menor número do que os muçulmanos — enfrentaram os inimigos da Santa Igreja, no histórico dia 7 de outubro de 1571, no golfo que deu origem ao nome daquela famosa batalha.

.

O Papa da época, o grande São Pio V, recebeu, por uma intervenção sobrenatural, a revelação da vitória no mesmo instante em que esta foi alcançada.

.

O Santo Padre estava tão persuadido de que o triunfo de Lepanto fora obtido mediante a proteção particular da Virgem Santíssima, que instituiu a festa de Nossa Senhora da Vitória, a qual seu sucessor Gregório XIII fixou no dia 7 de outubro, sob o título de festa do Santíssimo Rosário da Bem-aventurada Virgem Maria.

.

Pelo mesmo motivo, São Pio V acrescentou na Ladainha Lauretana a invocação Auxilium Christianorum, ora pro nobis. Auxílio dos Cristãos, rogai por nós!

.

Esta jaculatória, sobretudo em nossos conturbados dias, deve vir frequentemente aos nossos lábios. E assim como a Auxiliadora dos Cristãos não deixou de atender aos católicos em Lepanto, igualmente Ela não negará seu poderoso auxílio a cada um de seus autênticos devotos! (1)

.

1. O presente artigo foi escrito com base nos comentários do conceituado autor francês do século passado Mons. J. Gaume, em sua obra Catecismo de Perseverancia, tomo VIII, Librería Religiosa, Barcelona, 1857. Também foram utilizados como fonte de referência o Nuovo Dizionario di Mariologia (preparado sob os cuidados de Stefano de Flores e Salvatore Meo, Edizioni San Paolo, Turim, 4ª ed., 1996) e a obra Physionomies de Saints, de Ernest Hello (Perrin, Paris, 1900).

Fonte: Texto de Valdis Grinsteins – Catolicismo 

.


.

Você já incluiu Nossa Senhora em sua vida neste mais novo ano que se inicia?

.

Seja um Apóstolo de Fátima e contribua com as obras de apostolado e evangelização em honra a Virgem Santíssima, sem sair de casa.

.

Faça sua inscrição aqui. 

.

Como agradecimento, seu nome poderá ser incluído em mais de 60 Missas que faremos realizar ao longo do ano, além de outros presentes espirituais que irão fortalecer cada vez mais seus laços com Nossa Senhora. 

.

.

Sim, eu quero ser um Apóstolo de Nossa Senhora. 

.

Para mais informações, acesse: www.adf.org.br/apostolosdefatima

.

Seguramente Maria Santíssima poderá derramar muitas graças em sua vida!

.

“Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.” ❤️🙏

.



.

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • O Segredo do Rosário: A Roseira Mística Leia Mais +
  • Pastorinhos de Fátima: “Onde está Jesus?” Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: 0800 608 2128

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - São Paulo/SP

Política de Privacidade