Arquivo

Textos com Etiquetas ‘anjo da guarda’

Mais de 50.000 conselhos pedidos…

25, julho, 2014 14 comentários

Se você ainda não pediu um conselho para o seu Anjo da Guarda, faça como mais de 50.000 devotos já fizeram:

Peça o seu conselho acessando:

www.conselhodosanjos.com.br

E, se você já pediu alguma vez um conselho, peça novamente. Assim o seu Anjo da Guarda poderá lhe trazer inspirações para o dia de hoje.

Foram mais de 50 MIL conselhos pedidos EM MENOS DE 1 MÊS que o site está no ar. São conselhos baseados na doutrina católica.

“Anjo da Guarda, ilumine as nossas almas, nos guarde de todos os males, oriente nossas inspirações, agora e para todo o sempre. Amém”.

.

.

A devoção ao Santo Anjo da Guarda

25, junho, 2014 Sem comentários
Havemos de venerar e invocar devotamente o Santo Anjo da Guarda porque:

1. Ele é um eminente príncipe da corte celeste;
2. Ele nos foi designado por Deus como nosso companheiro, protetor e guia.
Lembra-te sempre de sua presença e, nunca faças à vista dele, o que não ousarias fazer à vista de tua mãe.
 Angele Dei,

qui custos es mei,
me tibi commissum
pietate superna, illumina, custódi,
rege et guberna.
Amen.
.
Santo Anjo do Senhor,
meu zeloso guardador,
já que a ti me confiou a piedade divina,
sempre me rege, guarda,
governa e ilumina.
Amém

Você tem algum depoimento sobre algo de bom que aconteceu na sua vida graças ao seu Anjo da Guarda?

4, junho, 2014 88 comentários

Se você já fez um pedido ao seu Anjo da Guarda e foi atendido, aqui é o melhor lugar para você agradecer a Rainha dos Anjos e deixar seu depoimento.

Deixe sob a forma de comentário,  abaixo, apenas seu testemunho e seu agradecimento por graças realmente alcançadas por seu Anjo da Guarda. 

Pedidos podem ser feitos na página do Oratório.

 

.

 

 

Um vídeo com revelações surpreendentes sobre os Santos Anjos. A exemplo de MILHARES de pessoas, você terá a oportunidade de assistir e saber mais sobre o seu Anjo da Guarda

25, maio, 2014 Sem comentários

É espantoso o número de pessoas que assistiram a este vídeo.

FORAM MILHARES DE ACESSOS. Isso em somente 2 SEMANAS!

Este é realmente é um filme surpreendente. Nele, você descobrirá revelações que podem lhe ajudar a conhecer melhor o seu Anjo da Guarda.

Clique abaixo para assistir ao vídeo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

.

.
Este vídeo é um dos poucos na Internet – talvez o único – que realmente falam sobre a verdadeira devoção aos Santos Anjos, embasado e inspirado na Doutrina Católica.

 

O sucesso deste vídeo se dá porque ele lhe ajudará a desvendar assuntos intrigantes, como:

- Nada acontece em sua vida sem que Deus realmente saiba e permita;

- O seu Anjo da Guarda está 24 horas por dia ao seu lado;

– Todos nós podemos falar diretamente com os nossos Anjos;

– Os Anjos nos colocam em situações favoráveis para nos ajudar;

– Anjos morrem?;

 

Então, não deixe de assistir ao breve vídeo aqui

Este vídeo é uma iniciativa da Associação Devotos de Fátima, que, depois de inúmeras pesquisas e planejamentos, fundou o Projeto Aliança dos Santos Anjos com a finalidade de divulgar e disseminar a verdadeira devoção aos Anjos.


.

.

.

.

.

.

O Grupo Aliança dos Anjos é um projeto unicamente de apostolado, sem fins lucrativos, e tem como missão levar às pessoas informações relevantes, conscientizando e transmitindo palavras de conforto e fé, inspiradas pela Doutrina Católica.

No vídeo descobrirá também como é fácil fazer parte desse apostolado.

Vale muito a pena assisti-lo até o final:

Rainha dos Anjos, rogai por nós!.

.

.

 

 

O protetor que Deus enviou para você

29, março, 2014 3 comentários

“Deus confiou aos seus anjos o guardar-te em todos os teus caminhos”. (Salmo 90, 11)


É uma verdade de fé
, diz o exímio teólogo Francisco Suarez, que Deus, em sua inefável pro­vidência, confiou os homens, enquanto peregrinam por este mundo, à guarda dos Santos Anjos.

E é igualmente doutrina católica, que a cada homem, desde o primeiro instante do seu nascimento, é assinado um anjo em especial como seu particular guardador.

Este ensinamento é fundado sobre a autoridade da Sagrada Escritura e dos Santos Padres. Quanto à Escritura, um dos textos sobre que
prin­cipalmente se apóia, é o versículo, que há pouco citamos do salmo nonagésimo: “Deus confiou aos seus anjos o guardar-te em todos os teus caminhos”.

É este versículo rico de doutrina. Cada uma de suas palavras merece ser meditada. E nós o faremos seguindo as pegadas do doutor melífluo, S. Bernardo, que assim as vai comentando:

“Quem confiou? a quem? Que foi confiado? a respeito de quem? Oh que grande reverência te não deve inspirar uma tal disposição da Providência de Deus, quanta devoção infundir, quanta confiança trazer! Reverência, pois assim o exige a presença, certa de fé, dos santos anjos; devoção em retorno dos benefícios que te dispensam, e confiança pelo fato de estares sob os cuidados de tais guardadores”. (Sermo XII in ps. XC.)

Fonte: Os Santos Anjos da Guarda – Pe. Augusto Ferretti, S.J Livro de 1945 – 210 págs

Invocar o Anjo da Guarda para combater as insídias de Satanás‏

24, fevereiro, 2014 5 comentários


Os anjos  estão sempre presente e de maneira fundamental na “história da salvação”: é justamente por meio deles que muitas vezes Deus obra e se manifesta; assim acontece no sonho de Jacó, relativo à escada da qual subiam e desciam os anjos, e quando, o mesmo Jacó, lutou contra um anjo, permanecendo ferido no quadril; é um anjo que segura a mão de Abrão que estava para sacrificar o filho.

No livro do Êxodo, no entanto, narra-se que, ao atravessar o Mar Vermelho um anjo protegia os israelitas dos egípcios, o mesmo anjo os guiará depois no deserto. Lembra-se também os anjos enviados pelo Senhor para salvar Ananias, Azarias e Misael, trancados em uma fornalha ardente pelo rei Nabucodonosor.

A mesma vinda do Salvador é anunciada ao povo de Israel por meio de um anjo, o Arcanjo Gabriel.

Estes últimos são somente alguns exemplos da vivíssima presença dos anjos. Outros também se encontram no Novo Testamento, como também na vida de muitos santos e beatos.

A existência dos anjos é considerada um artigo de fé da Igreja Católica, manifestado explicitamente no símbolo Niceno-Constantinopolitano, “Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis”.

Da criação dos anjos fala-se em ambos os Testamentos, no Novo e no Antigo. Ao longo da história os anjos têm sido objeto de inúmeras considerações teológicas por parte dos Padres e Doutores da Igreja, teólogos e exegetas, entre os quais Santo Hilário de Poitiers,  São Jerônimo,  Santo Agostinho, Cassiano, São Boaventura, São Bernardo Abade, São Cirilo de Jerusalém e São Tomás de Aquino.

No catecismo de São Pio X o tema é abordado com especial cuidado e uma clareza única. Os anjos, em essência, são seres imortais e espirituais, com uma inteligência e uma vontade superior à nossa; os anjos bons (com exclusão dos anjos maus, os demônios)  vivem num estado de felicidade perpétua, cujo objetivo principal é a adoração de “Deus em torno de seu trono”, a partir do qual são iluminados.

Eles também são chamados de “príncipes da Corte celestial” e “embaixadores da vontade de Deus” e operam de forma invisível entre os homens. São Dionísio, o Areopagita, afirma no De celesti hierarchia que os anjos são divididos em três hierarquias, cada uma das quais está dividida em três coros, que, por sua vez, se distinguem entre si pelas suas tarefas.

 Nesta subdivisão estão também os Anjos da Guarda que têm a tarefa de guiar e proteger a pessoa a ele confiada. Cada pessoa, de fato, tem o seu anjo da guarda, que o protegerá ao longo de toda a sua vida terrena, do nascimento à morte.

 O Anjo da Guarda tem a tarefa de oferecer a Deus as nossas orações, apoiar-nos e proteger-nos dos ataques dos demônios, que tentam de qualquer forma fazer-nos o mal e “sujar” a nossa alma para impedir-nos de alcançar a vida eterna.

É por isso que muitos santos revelaram a sua profunda devoção pelo anjo da guarda, sugerindo que  expressemos nossa gratidão pelo bem que ele presta a cada um de nós e de invocá-lo todos os dias, com o “Angelus Dei”, oração que a Igreja, na sua profunda sabedoria, formulou propositalmente, pedindo para iluminar o nosso caminho, para saber discernir a vontade de Deus nos fatos da vida e combater as ciladas do demônio.

Tradução do Italiano por Thácio Siqueira (Com adaptações)

 Fonte: padremarcelotenorio.com