Quo vadis, Domine? Uma das cenas mais arrepiantes da literatura cristã, num dos livros mais belos de todos os tempos.

Crucifixão de São Pedro - Caravaggio

Crucifixão de São Pedro – Caravaggio

.
Os cristãos nasceram sob perseguição implacável dos poderosos deste mundo;


E continuam sofrendo perseguição implacável até o dia de hoje;

Apesar do silêncio cúmplice da grande mídia que evita abordar relatórios sobre os números que colocam o cristianismo como a religião mais perseguida do mundo inclusive na atualidade.

Um dos mais famosos e sangrentos períodos de terror humano para os seguidores de Cristo aconteceu sob o império de Nero;

Que reinou em Roma do ano 54 até 68 d.C.

Para evitar que São Pedro, o Papa, fosse executado pelos perseguidores imperiais;

Os cristãos da comunidade romana o aconselharam a sair da cidade.

O primeiro Papa sentiu com força aquele dilema entre permanecer e resistir junto com a Igreja nascente ou fugir para a Galileia e pregar o Evangelho a partir de lá.

É nesse contexto que se desenrola a história de uma das mais extraordinárias obras da literatura cristã de todos os tempos: 


Quo Vadis
, do autor polonês Henryk Sienkiewicz.


No relato, Pedro resolve abandonar a Cidade Eterna.

De manhã cedo, quando vai atravessar a Porta Latina para sair de Roma, ele é atingido por uma luz intensa que vem na sua direção.

Quando a luz se aproxima, ele reconhece Jesus, que está com a cruz sobre as costas.

Pedro cai de joelhos perante o Senhor, ergue-lhe os braços e pergunta em latim:

 

“Quo vadis, Domine?” – ou seja, “Para onde vais, Senhor?”


Cristo responde:

 

“Já que abandonas o meu povo, eu vou a Roma para ser crucificado mais uma vez”.


Foi quando o Apóstolo entendeu com toda a clareza que, a exemplo de Cristo;

Ele também devia ficar em Roma e, se fosse preciso, encarar a morte – e morte de cruz.

Envergonhado por ter tentado poupar-se, mesmo que fosse com a justificativa de continuar pregando o Evangelho em segurança;


Pedro voltou a Roma para junto da comunidade perseguida.


E a continuação da história todos nós conhecemos:

 São Pedro foi preso e sofreu o martírio por Cristo em torno ao ano 64 d.C.;


Crucificado de cabeça para baixo na colina do Vaticano
.

.
Fonte: pt.aleteia.org

.
.
*  *  *

.
bt_oferta_ADF-1 (1)

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade