Quatro passos para um visual modesto

Vi num blog norte-americano quatro passos simples e básicos para que o visual esteja modesto. Gostei e resolvi postar os quatro passos aqui, mas colocando algumas explicações minhas. Os passos são:

1- Joelhos cobertos

2- Ombros cobertos

3- Sem decotes

4- Ajustado sim, colado não.

É interessante porque são regrinhas muito básicas para um visual decente. Com isso creio que fica fácil usar algo modesto por aí, não?

Vejamos:

1- Joelhos cobertos:

Imagem: Blog Maria Rosa

Não quer dizer que a saia tenha que somente cobrir os joelhos e pronto, mas sim que no mínimo os joelhos devem estar cobertos, pois são uma “linha”, um limite entre a área das pernas e das coxas.

Por que não resguardar mais sua intimidade, usando uma saia (ou bermuda, no caso dos homens em ocasião esportiva) que cubra bem seus joelhos, prevenindo-se de mostrar sua intimidade em público? Já cansei de ver homens de bermuda curta que ao se movimentar mostram muito de suas coxas e alguns mostram até a roupa íntima. Fica feio, muito feio.

E com as mulheres é ainda mais comum, pois a saia abre fácil ao sentar, ao subir ou descer escadas, por exemplo. O melhor é que a saia tenha um comprimento tão bom que ao se sentar a mulher não precise ficar se esforçando para cobrir os joelhos (pois marcam o limite para a visibilidade de sua intimidade).

Para que isso aconteça, para que fique confortável, a saia deve chegar no mínimo um palmo aberto abaixo dos joelhos, ou seja, na altura da canela/panturrilha.

Eu sei, não é sempre que temos saias assim. Mas com o tempo, quando você puder adquirir roupas para seu vestuário, opte por saias que tenham esse comprimento, no mínimo. Ou então use e abuse de sua maxi.

Imagem: Blog Maria Rosa

Em instrução saída do Gabinete do Papa Pio XI, mostrada nas notas mais abaixo*, vemos o seguinte:

“Recordamos que um vestido não pode ser chamado de decente (…) se mal chega até um pouco abaixo dos joelhos”.

Sim, isso é Magistério da Igreja. Depois disso não tivemos mais nenhuma instrução vinda da Santa Sé sobre regras práticas para a modéstia no vestir. Leia a regra completa no fim do texto e veja como é bastante razoável.

2- Ombros cobertos:

Sim, os ombros são áreas que distraem bastante, por isso devem estar cobertos. É também por isso que roupas com mangas são exigidas para um visual modesto.

Quanto mais finas forem as alças, mais distraem, mais dão a ideia de desnudamento. E se for “tomara que caia” (que nome mais indecente, não? Somente por aí vemos como é uma roupa bem ruim), é pior ainda.Pois simula mesmo a nudez.

Já repararam que uma mulher usando tal peça, ao sentar-se de modo que o banco cubra a roupa, parece estar despida? Já vi várias vezes esse tipo de coisa em bancos de igreja… Dar a ideia de desnudamento, não é nada modesto. É provocativo.

Use mangas. Sempre. De preferência como aquelas indicadas no documento da Santa Sé* (um dos últimos documentos sobre modéstia prática saídos do Vaticano), ou seja, até os cotovelos.

Se não forem assim, até o cotovelo, que sejam fechadas no braço para evitar mostrar a parte que está dentro da roupa, ou seja, sua intimidade. Isso vale para homens e mulheres.

Mas na Igreja, faça questão de usar os braços mais cobertos, no mínimo até o cotovelo ou bem perto deste. Vale fazer um esforço maior para estar na frente do Santíssimo!

3- Sem decotes:

Preciso mesmo explicar algo sobre isso? Decote quer dizer somente “corte” da roupa, da gola, mas nós usamos esse termo para nos referir às golas baixas, que revelam um pouco ou muito do busto. Essa área é bastante provocativa, chama a atenção facilmente; é a área da amamentação e também de atração sexual.

Então por que mostrá-la em público? Aqui vale também a instrução do Cardeal Basílio Pompili*:

“Recordamos que um vestido não pode ser chamado de decente se é cortado mais que a largura de dois dedos sob a cova da garganta”.

Usando uma medida como essa, fica mais fácil manter a modéstia. Claro que não adianta uma gola com essa medida se ela é muito larga, aberta, daquelas que ficam soltas e que qualquer movimento mostra tudo. Tem que ficar próxima ao corpo de modo que mesmo ao abaixar ela não fique abrindo e revelando sua intimidade. Veja mais sobre decotes aqui .

4- Ajustada sim, colada não:

Claro, para ser modesta você não precisa sair por aí vestindo um saco de batatas ou com um barril cobrindo seu corpo. Mas também não tem que usar roupas “coladas”, daquelas muito justas que terminam mostrando as formas e até mesmo revelam as peças íntimas, celulite, gordurinhas…

“Mostrar a intimidade” não é só mostrar partes provocativas, mas partes que devem ficar longe das vistas alheias. Ninguém precisa ver todos os pneuzinhos claramente desenhados naquela blusa colada, quase fechada a vácuo, que se insiste em usar por aí.

Por que mostrar tudo ou quase tudo? Por que não preservar as varizes, as manchas e/ou também a pele lisinha e atraente que se desenha por baixo daquela roupa colada?

Vivemos em uma sociedade onde as pessoas acreditam que devem ser “abertas” e “sinceras” sobre tudo, até mesmo sobre seu corpo, e saem exibindo tudo em shorts, regatas, leggings sem nada por cima, e até mesmo bustiês (essa praga não se extinguiu não, minha gente, e pode voltar com tudo a qualquer momento…).

Quem inventou que temos que ter uma vida feito um livro aberto, mostrando tudo, sem vergonha? As pessoas deveriam se resguardar um pouquinho mais, deveriam! Quem precisa saber dessas coisas, desses detalhes íntimos?

Então, essas são as quatro regrinhas básicas para um visual modesto, explicadas passo-a-passo.

_________________________

Notas:

*Instruções emitidas em 1928 pelo Cardeal-Vigário (Vigário Geral), do Papa Pio XI, em Roma, Basilio Pompili:

“Recordamos que um vestido não pode ser chamado de decente se é cortado mais que a largura de dois dedos sob a cova da garganta, se não cobre os braços pelo menos até os cotovelos, e se mal chega até um pouco abaixo dos joelhos. Além disso, os vestidos de materiais transparentes são impróprios…”. Extraído de “A Corrupção da Moral Através da Moda Imodesta”.

Ouça belíssimas orações em louvor a Maria Santíssima, a Rainha da Modéstia

Posted by Andrea Patrícia no blog Maria Rosa

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Ludmilla Dias
    20, agosto, 2012 em 18:30 | #1

    Essas quatro regrinhas básicas são mesmo maravilhosas. As pessoas importantes da sociedade usam sempre. As princesas e rainhas ou as chefes de estado. Para ser elegante tem que seguir essas regrinhas. Estou aos pucos trocando meu visual seguindo as orientações da Igreja e o exemplo da Virgem Maria.

  2. 20, agosto, 2012 em 11:57 | #2

    Não é o que está coberto ou descoberto, mas é sim aquilo que passa pela nossa cabeça.
    O respeito independe do que se vê mas sim do que se sente.
    Quem está com Deus no coração só pode fazer boas ações, bons pensamentos e transmitir muito amor.

  3. Lubianka
    19, agosto, 2012 em 10:31 | #3

    Parabéns pelo post, o visual modesto é muito elegante. É possível mudar o guarda-roupa aos poucos adquirindo peças que combinam com outras peças. O visual modesto deixa a mulher muito bonita. Adorei mesmo o post.

  4. Neusa Araujo
    18, agosto, 2012 em 23:38 | #4

    Gostei dessas quatro (4) regrinhas para nos alertar sobre a simplicidade e modéstia,virtudes tão acolhidas pela Nossa Mãezinha,a Virgem Maria,a quem Deus Pai,cumulou de tantas graça e bençãos,sendo acolhida como Rainha do Céu e da Terra.Nós devotos ,compartilhemos essas regrinhas,buscando nelas encontrar uma nova maneira de nós mulheres nos vestir.Saibamos que poderemos a partir de agora buscarmos através da nossas vestes,demonstrar nosso amor e veneração a Maria Santíssima.Acatemos essas regras,tão agradáveis aos olhos de Deus,mudando aos poucos nosso visual,usando roupas discretas , e bonitas.Sei que Ela se alegrará muito e nós poderemos dizer que realmente somos suas filhas fiéis.

  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Em Julho lembramos da Terceira aparição de Nossa Senhora de Fátima. Relembre como foi esse encontro com os Pastorinhos. Leia Mais +
  • O que a Medalha Milagrosa tem a ver com as aparições de Nossa Senhora de Lourdes? Descubra aqui. (Parte I) Leia Mais +
  • Rezemos pelas nossas Crianças. Veja o que está acontecendo com elas. Leia Mais +
  • ABSURDO e TRISTEZA! Mais uma Igreja é furtada e profanada. Confira o que aconteceu. Leia Mais +
  • Hoje é Dia de Nossa Senhora do Carmo! Leia esse artigo e faça um pedido especial a Ela. Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade