Mais uma triste mostra da DESCRISTIANIZAÇÃO européia.

Demolição da Cruz dos Caídos na Espanha

Demolição da Cruz dos Caídos

.
A Cruz dos Caídos, da localidade de Vall D’Uixo, na cidade espanhola de Castellón, foi derrubada por aplicação da Lei de Memória Histórica na Espanha, apesar do rechaço dos vizinhos;


Entretanto, desde 1979, não contém nenhuma referência política e os símbolos religiosos estão excluídos da aplicação desta lei.

A administração de Vall D’Uixo, em Castellón, retirou na quarta-feira, 6 de junho, a Cruz dos Caídos em um suposto cumprimento da Lei de Memória Histórica, apesar de centenas de vizinhos da localidade terem se reunido nas ruas próximas para manifestar seu rechaço à demolição.

No dia anterior, logo pela manhã, cerca de 50 moradores de Vall D’Uixo, membros da Plataforma Salvemos a Cruz da Praça da Paz, impediram que o símbolo cristão da cruz fosse derrubado, ao se sentar em torno deste.

Entretanto, nas primeiras horas de quarta-feira, a Guarda Civil interrompeu o acesso à Praça da Paz, onde estava a cruz, para que não pudessem impedir a demolição.

A administração local atribui a demolição ao cumprimento da Lei de Memória Histórica e à Lei valenciana de Memória Democrática e para a Convivência 2017.

Por sua parte, a Associação Espanhola de Advogados Cristãos (AEAC) apresentou na semana passada mais de 13 mil assinaturas para impedir a retirada da cruz e assegurou que apresentaram uma queixa contra Tania Baños, prefeita da localidade de Vall D’Uixo, por prevaricação e incitação ao ódio ao derrubar um símbolo religioso da Praça da Paz.

Polonia Castellanos, presidente da AEAC, assegurou que não é a primeira vez que esta prefeita “ataca os cristãos”;

Porque há menos de um ano “eliminou ruas com nomes como ‘La sagrada Familia’ (A Sagrada Família) ou ‘Juan Pablo II’ (João Paulo II)”.


“O monumento não descumpre a Lei de Memória Histórica, pois desde 1979 não contém nenhum simbolismo político”, indicou Castellanos.


Também assegurou que:

“Derrubar ou não a cruz não era um debate que estivesse na rua.

Desde o início da democracia, com o Partido Comunista presidindo o plenário municipal, chegou-se ao acordo unânime de manter a cruz e eliminar toda simbologia”.

“É muito triste, mas está repetindo o que aconteceu em Callosa de Segura”, declarou Castellanos.


Nos próximos dias, começarão a instalar um monumento à música onde estava situada a Cruz dos Caídos.


Lei de Memória Histórica

A Lei de Memória Histórica foi aprovada no ano de 2007 e estabelece uma série de medidas em favor de quem sofreu perseguição ou violência durante os anos da Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e da posterior ditadura de Francisco Franco.

Entre essas medidas, estabelece a retirada de monumentos, símbolos ou nomes de lugares públicos relacionados com a Guerra Civil e a ditadura.

Entretanto, especialistas a consideram uma lei controversa, porque não favorece a reconciliação dos espanhóis.


Os monumentos da Igreja Católica ficam fora da aplicação desta lei.


Porém, isso não tem sido respeitado, como é o exemplo da cruz de Callosa de Segura, que foi retirada, e esta na localidade de Vall D’Uixo.

.
Fonte: acidigital.com

.
*  *  *

.
.
bt_oferta_ADF-1 (1)

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • O Paraíso contém mais segredos do que você possa imaginar Leia Mais +
  • 5 Pontos fáceis para você aprender de vez o que é o Purgatório. Confira. Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua: David Pimentel, 745, Fazenda Morumbi
CEP 05657-010 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade