Faltam 19 dia(s) para o Centenário de Fátima.

Faltam:

19 dia(s)

para o Centenário

de Fátima

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

A missão da beata Jacinta em salvar a alma dos pecadores – Parte 3

Uma corda áspera ao modo de cilício

Jacinta não medida esforços pela conversão dos pecadores

Na aparição de agosto — realizada dias depois do dia 13, pois nesse dia haviam sido raptados pelo administrador de Ourém, que lhes quis arrancar à força o segredo — a Santíssima Virgem recomendou-lhes de novo a prática da mortificação: “Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o inferno, por não haver quem se sacrifique e peça por elas” (II Memória, p. 75).

Passados alguns dias, caminhando os videntes com suas ovelhas, Lúcia deparou com um pedaço de corda de uma carroça. Pegando-a, a brincar, atou-a num braço e logo notou que a corda a magoava. Disse então aos primos: “Olhem, isto faz doer; podíamos atá-la à cinta e oferecer a Deus este sacrifício”  (II Memória, p. 75). Todos aceitaram a idéia, e retalhando a corda em três pedaços, passaram a usá-la de dia e de noite. A aspereza da corda, apertada demasiadamente, fazia-os sofrer horrivelmente. Jacinta deixava às vezes cair algumas lágrimas, pelo incômodo que sentia. Lúcia dizia-lhe para tirar a corda, mas ela respondia: “Não. Quero oferecer este sacrifício a Nosso Senhor, em reparação e pela conversão dos pecadores” (II Memória, p. 75).

Por esta resposta, pode-se ver até  que ponto Jacinta estava imbuída do espírito de reparação. Por isso, na aparição de setembro, Nossa Senhora lhes disse: “Deus está contente com os vossos sacrifícios, mas não quer que durmais com a corda, trazei-a só durante o dia” (II Memória, p. 77).

Noutra ocasião, Jacinta deparou com umas urtigas, com as quais se picou. Logo advertiu os companheiros: “Olhem, olhem outra coisa com que nos podemos mortificar!”  (cfr. II Memória, p. 75-76). Desde então adotaram o costume de dar, de vez em quando, alguns golpes com as urtigas nas pernas, para oferecerem a Deus mais este sacrifício.

Estes exemplos edificavam os católicos que liam as Memórias da Irmã Lúcia, onde estão narrados. No mundo hedonista de hoje, em que os homens colocam o prazer (lícito ou ilícito) como bem supremo, que efeito eles causam? A idéia de reparação dos pecados pelo sofrimento, em certos casos levado até o holocausto de si mesmo, lhes escapa completamente. Talvez algum deles diga: “Não pensei que o fanatismo religioso chegasse a esse ponto”. Por isso, já São Paulo advertia: “Nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios” (I Cor. 1,23).

Fonte: Revista Catolicismo


continua na próxima sexta-feira…

Clique na imagem e saiba como receber em sua casa o livro que conta a história desta criança, que desde a tenra idade já tinha uma fé inabalável por Nossa Senhora.

Clique na imagem e saiba como receber em sua casa o livro que conta a história desta criança, que desde a tenra idade já tinha uma fé inabalável por Nossa Senhora.


Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Denise Amaral
    27, maio, 2010 em 20:02 | #1

    Que Deus Aben

  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • “Ai de quem escandalizar um desses pequeninos” Leia Mais +
  • Você enfrenta problemas de Saúde? Leia isso. Leia Mais +
  • Enfrenta dificuldades na família? Conheça 5 santos que não se davam muito bem com seus familiares. Veja Aqui. Leia Mais +
  • NOTA DE REPÚDIO: Filme blasfemo contra Santo Antônio. Acenda uma Vela de Reparação. Leia Mais +
  • “A ideologia de gênero não promove a igualdade entre os sexos, ela promove a assexualização do ser humano”. Leia! Leia Mais +
Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua Natingui, 116 - Alto de Pinheiros
CEP 05443 001 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade