Faltam 78 dia(s) para o Centenário de Fátima.

Faltam:

78 dia(s)

para o Centenário

de Fátima

Facebook Youtube SoundCloud Instagram

A missão da beata Jacinta em salvar a alma dos pecadores – Parte 1

Por seu ardente desejo de reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria, a vidente Jacinta de Fátima correspondeu ao sentido medular da mais profética das aparições marianas. Comemorando o centenário do seu nascimento, invoquemos a sua poderosa intercessão.

Tomás Agostinho Corrêa


Ao criar cada alma, Deus lhe designa uma missão específica que ela deverá cumprir, ajudada pela graça. Algumas — a maioria? a minoria? (a Igreja não se pronunciou a respeito) — atuam em sentido contrário à própria missão, e ao fim da vida, se chegaram até o pecado mortal e não se arrependem, são condenadas ao inferno. Muitas outras ficam a meio caminho, e após a morte, no Purgatório, deverão purificar-se da incorrespondência às graças recebidas, antes de serem levadas para o Céu.


Ao que tudo indica, apenas uma minoria corresponde plenamente à graça, depois de uma luta que não exclui as debilidades decorrentes do pecado original: são os santos, que são logo levados para o Paraíso celeste, podendo até passar algum tempo no Purgatório, para se purificarem dos últimos vestígios de pecado. A Igreja os apresenta como modelos e intercessores dos que estão in via – isto é, neste mundo – labutando por encontrar seu caminho para o Céu; ou, ao contrário, procurando subtrair-se ao chamado de Deus, fugindo d’Ele ou, pior ainda, levantando-se soberbamente contra Ele e tentando arrastar consigo outras almas para o inferno.

O Criador não aparece a cada homem para indicar-lhe sua missão, salvo casos excepcionais como o de São Paulo, derrubando-o do cavalo no caminho de Damasco. Para a grande maioria dos homens, Deus indica a respectiva missão pelos acontecimentos da vida, seus gostos, inclinações e apetências boas, inspirações recebidas, de tal forma que a alma atenta aos movimentos bons da graça no seu interior, ou aos fatos que lhe sucedem, encaminha-se mais ou menos conscientemente para o fim que Deus lhe designou (ou, pelo contrário, recusa essa vocação e dela se afasta).

Analisada à luz destas considerações de índole teológica, a vida da beata Jacinta Marto — cujo centenário de nascimento celebramos no dia 11 de março de 2010 — é exemplo da alma que despertou para a sua vocação, não só por ter visto Nossa Senhora, mas também pela compreensão do sentido medular da mensagem de Fátima: a necessidade de rezar pela conversão dos pecadores e oferecer reparação pelos seus pecados, que ofendem a Deus e ferem o Coração Imaculado de Maria. Ela compreendeu que, como os pecados estão continuamente crescendo em número e gravidade, e se essa penitência não for feita, desabarão sobre a humanidade os tremendos castigos anunciados por Nossa Senhora no chamado “segredo de Fátima”.

Alguns fatos da vida de Jacinta mostrarão ao leitor como ela levou a sério essa advertência, compenetrou-se de sua missão e imolou-se pela conversão dos pecadores.

Clique na imagem e saiba como receber o livro que conta a história do Centenário do nascimento de Jacinta, a portuguesinha que presenciou as aparições de Nossa Senhora de Fátima

Clique na imagem e saiba como receber o livro que conta a história do Centenário do nascimento de Jacinta, a portuguesinha que presenciou as aparições de Nossa Senhora de Fátima

Firmeza de Jacinta propiciou a continuidade das aparições

Jacinta é carregada depois de uma das aparições, para ser protegida da multidão

Jacinta é carregada depois de uma das aparições, para ser protegida da multidão

Como se sabe, a mãe de Lúcia não acreditava na realidade das aparições. Queria obrigá-la a desmentir que tivesse visto Nossa Senhora, não poupando para isso (como contou depois a própria Irmã Lúcia) “carinhos, ameaças, nem mesmo o cabo da vassoura” (I Memória, p. 32 — ver Bibliografia no fim do artigo). Levou-a ao prior da freguesia de Fátima, o qual, mantendo uma atitude de reserva, interrogou-a com amenidade, mas ao fim levantou a hipótese de que poderia “ser um engano do demônio” (II Memória, p. 68).

A hipótese desencadeou compreensível tormenta na alma de Lúcia, que começou a hesitar sobre a conveniência de se apresentar de novo no local das aparições. Ao manifestar a seus primos a dúvida em que se debatia, Jacinta logo a desfez com uma encantadora lógica infantil: “Não é o demônio, não! O demônio dizem que é muito feio e que está debaixo da terra, no inferno; e aquela Senhora é tão bonita, e nós vimo-La subir ao Céu” (II Memória, p. 68).

Isso apaziguou um tanto a alma de Lúcia, mas a dúvida persistia. Esmoreceu nela o entusiasmo inicial pela prática do sacrifício e da mortificação. Assim, na véspera da terceira aparição (13 de julho de 1917) resolveu não voltar mais à Cova da Iria (local das aparições). Chamou então Jacinta e Francisco, e informou-os de sua resolução. Eles responderam: “Nós vamos. Aquela Senhora mandou-nos lá ir” (II Memória, p. 69). E Jacinta pôs-se a chorar, por Lúcia não querer ir.

No dia seguinte, Lúcia sentiu-se de repente impelida a ir, por uma força superior à qual não resistiu. Pôs-se a caminho, passando antes pela casa dos primos. Encontrou-os no quarto, de joelhos ao pé da cama, a chorar.

— “Então, vocês não vão? – perguntou Lúcia.

— Sem ti, não nos atrevemos a ir. Anda, vem!

— Já cá vou” – respondeu Lúcia (cfr. II Memória, p. 70).

E puseram-se alegres a caminho…

Já na aparição de 13 de junho, algo semelhante ocorrera: Lúcia fraquejava diante dos “afagos” da mãe, e a firmeza de Jacinta e Francisco vencera as relutâncias da vidente mais velha das aparições.

continua na próxima segunda-feira

Quer saber da história detalhada desta criança tão especial ,que contemplou a mais linda visão de sua vida ao ver e conversar com Nossa Senhora de Fátima?

Clique aqui e saiba como.

Fonte: Revista Catolicismo

Se você NÃO tem Facebook, comente abaixo a:
  1. Lenita Borges
    13, maio, 2011 em 17:09 | #1

    Peço por aqui, minha Beata Jacinta, que interceda por mim a Maria Santíssima, pois estou passando por uma situação bastante complicada, financeiramente.
    Tenho vivido com ajuda da família.
    Neste dia de hoje comecei uma nova etapa, e talvez tenha de volta um emprego precioso.
    Com este emprego minha vida, gradativamente retornará ao normal.
    Louvada seja Beata Jacinta e MAria Santíssima, mãe de Deus e nossa mãe amada.
    Amém

  2. 12, abril, 2010 em 19:34 | #2

    peço muito por minha familia, nossa saúde e união, por minha casa,as vezes tem disavenças na família , e nem sabemos qual o motivo, se for algo ou alguém , precisamos de proteção pois, só tenho minha irmã marcela, minha mãe percilia e a mim solange, nossa familia é grande e precisamos de união enquanto viver vou rezar e pedir por ela ,porque sempre fomos unidos e continuaremos assim. se Deus permitir, estamos frágeis pois perdemos nossa irmã ana lucia faz pouco tempo e peço muito por sua e nossa misericódia , muito obrigada.

  3. Maria da Graça luz
    12, abril, 2010 em 13:17 | #3

    Me ajuda minha mae

  4. FATIMA
    10, abril, 2010 em 17:54 | #4

    DIGO, PEQUEI E NÃO PEGUEI. QUEM SOMOS NOS PARA JULGARMOS PORQUE O NOSSO DEUS É ONIPOTENTE MAS UMA COISA ELE DIZ SEJAM DIGNOS DE SEREM MEUS FILHOS O QUE NÃO QUERO PARA MIM NÃO DESEJO AOS OUTROS, POR ISSO NÃO DISCRIMINO SOMENTE IGNORO, SEJAM FELIZES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. FATIMA
    10, abril, 2010 em 17:49 | #5

    SOU TÃO PEQUENA QUE DESCONHEÇO AS INSIDIAS DE SATANAS QUE MANIPULA OS JOVENS PARA CAIREM NO SEU PROPRIO INFERNO E SAI SORRINDO DIZENDO NADA FIZ, USANDO A PALAVRA DE DEUS LIVRE ARBITRIO, HIPOCRITAS SE DEUS VOLTASSE SERIA NOVAMENTE MORTO QUE A HUMANIDADE PENSA QUE POR SER FILHO DE DEUS MANDA NO MUNDO HIPOCRITAS, NÃO VERÃO SEU PROPRIO FIM, PORQUE DEUS OS LEVA SEM SENTIR A BURRICE QUE FIZERAM SOMENTE APÓS UMA REFLEXÃO TOMA CONCIENCIA PORQUE PEGUEI E A VIDA É PARA REFLEXÃO E NÃO PARA PERDÃO.

  6. Maria Alcina de Jesus Martins
    10, abril, 2010 em 17:21 | #6

    Rezo por D. Lenícia Maria B Neves. Não deixe de confiar em Jesus e sua bendita mãe. Seus sofrimentos estão sendo vistos e na hora de Deus ele virá em seu socorro. Concerteza que a bemaventurada Jacinta será sua intercessora. Jesus eu confio em vós

  7. Lenicia Maria Braz Neves
    10, abril, 2010 em 15:07 | #7

    Peço a Stª Jacinta que interceda por mim para que eu consiga um emprego. E para que
    renove minha FÉ pois estou passando por muitas dificuldades financeiras e ja não sei mais
    como apelar, as vezes sinto que estou pagando até hoje pelos meus pecados, mas que pecados são esses que nunca consigo paga-los de uma vez, há cinco anos estou sofrendo por causa das dividas que não consigo pagar, o emprego num bom lugar que não consigo arrumar,meu DEUS! Já não sei mais o que fazer, peço que me esclareça se possivel o que quer de mim. AMÉM!

  8. Luciana
    10, abril, 2010 em 10:20 | #8

    Minha santa Jacinta eu te peço que cure meus pensamentos mal, que minha vida seja cheia de amor, paz em meu coraçao, quero viver com minha familia muitas felicidade. e jamais eu cai em tentaçao.amem

  1. Nenhum trackback ainda.

 

Receba diariamente:
Mensagens de Fé e de áudio, Novenas, Orações e muito mais no seu e-mail.

Pesquisar no site

Veja o que acabamos de publicar

  • Um bem disfarçado de mal! Leia e entenda esse projeto de lei. Leia Mais +
  • “Eles desprezam o nosso país e riem de nossa justiça”, entenda a preocupação das autoridades alemãs com criminosos muçulmanos. Leia! Leia Mais +
  • Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós! Voltemo-nos a Ela e peçamos que tenha compaixão do Brasil e dos brasileiros inconformes com esse sacrilégio. Leia Mais +
  • O protetor que Deus enviou para você, Veja. Leia Mais +
  • Vicio e Pecado, muitos acreditam ser a mesma coisa! Entenda aqui a diferença e a forma de lutar contra. Aprenda à viver na Graça! Leia Mais +

Acenda uma vela e receba uma Novena e a Medalha Milagrosa pelo Correio.

Pedir ao meu
Anjo da Guarda
um conselho para o dia de hoje

Topo ↑

Inclua agora seu nome na Missa de Nossa Senhora de Fátima. Basta ligar para: (11) 4368-2253

Rua Natingui, 116 - Alto de Pinheiros
CEP 05443 001 - Sáo Paulo/SP

Política de Privacidade